segunda-feira, 16 de Maio de 2016 11:31h Polícia Civil de Minas Gerais

Polícia Civil de Minas Gerais prende em Cantagalo (RJ) foragido acusado de mandar matar ex-prefeito de Mariana

A Polícia Civil de Minas Gerais cumpriu, na sexta-feira (13), no município de Cantagalo (RJ), a prisão de Francisco de Assis Ferreira Carneiro, conhecido como “Chico da farmácia”

A Polícia Civil de Minas Gerais cumpriu, na sexta-feira (13), no município de Cantagalo (RJ), a prisão de Francisco de Assis Ferreira Carneiro, conhecido como “Chico da farmácia”, de 61 anos, condenado pela Justiça como mandante do assassinato do ex-prefeito de Mariana (MG) João Ramos Filho, morto em 2008, à época com 78 anos.

A polícia localizou Francisco após informações obtidas por interceptações telefônicas indicando que o condenado teria participado de um furto na cidade de Água das Pratas, no interior de São Paulo, dando conta de que Francisco estaria escondido, após o crime, em Cantagalo (RJ). A Polícia Civil de Minas Gerais se deslocou ao município e efetuou a prisão de Francisco.

 



Relembre o caso

No dia 15 de maio de 2008, João Ramos Filho foi morto com quatro tiros em um posto de combustíveis de propriedade do ex-prefeito na rodovia MG-262, por um atirador que estava na garupa de uma moto. Ele havia se candidatado novamente ao cargo de prefeito e poderia assumir a prefeitura pela quarta vez.

As pesquisas eleitorais indicavam na época que João era o favorito para se eleger, enquanto Francisco, apontado como o mandante do crime, tinha poucas intenções de voto. Após investigações, a Polícia Civil em Mariana apurou que Leonardo Stigert da Silva e Guaracy Goulart Moreira, também condenados, teriam executado o candidato a mando de Francisco.
Outras informações serão fornecidas, na terça-feira (16), pelo delegado Marcelo Teotônio.

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.