terça-feira, 5 de Julho de 2016 16:11h Atualizado em 5 de Julho de 2016 às 16:43h. Polícia Civil de Minas Gerais

Policia Civil identifica dupla suspeita de executar homem no Centro de Betim

A Polícia Civil de Minas Gerais identificou dois homens envolvidos no homicídio de Hudson Henrique de Oliveira (conhecido como Barriga), de 28 anos, assassinado à luz do dia, no centro de Betim, Região Metropolitana de Belo Horizonte

A Polícia Civil de Minas Gerais identificou dois homens envolvidos no homicídio de Hudson Henrique de Oliveira (conhecido como Barriga), de 28 anos, assassinado à luz do dia, no centro de Betim, Região Metropolitana de Belo Horizonte. Ele foi morto no dia 07 de junho deste ano, diante do enteado e da companheira.

 

Em razão deste crime, a Polícia Civil representou pela prisão temporária de Erik Alves de Araújo Lima (o Negão), de 35 anos, e Gustavo de Jesus Procópio Silva, de 21, que estão foragidos. Conforme testemunhas e imagens de câmeras de segurança, três homens em um carro preto surpreenderam a vítima que caminhava pela avenida Presidente Juscelino Kubitscheck. Dois suspeitos armados com pistolas calibres 40 e 380 desceram do veículo efetuando diversos disparos contra a vítima, fugindo em seguida.

 

Segundo o delegado que coordena as investigações, Otávio de Carvalho, a motivação para o crime seria disputas relacionadas ao tráfico de drogas. A vítima tinha registros policiais por porte de arma, tráfico de drogas, roubo, formação de quadrilha e associação para o tráfico de drogas. Já os suspeitos Erik tinha antecedentes criminais por roubos e porte de arma de fogo e Gustavo por disparo de arma de fogo, porte de arma de fogo, homicídio, receptação, tráfico de drogas, formação de quadrilha e corrupção de menores.

 

Em razão da morte de Hudson, os suspeito estão sendo indiciados por homicídio duplamente qualificado, por motivo torpe e por utilização de recurso que impossibilitou a defesa da vítima. “As investigações continuam visando identificar outros envolvidos no crime”, reforça Otávio de Carvalho.

 

Qualquer informação sobre o paradeiro dos suspeitos pode ser comunicada à Polícia pelo telefone 197 ou pelo Disque Denúncia 181, de forma anônima.

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.