terça-feira, 15 de Outubro de 2013 06:27h Luiz Felipe Enes

Polícia Civil investiga caso de irmãos assassinados

O crime ocorreu no sábado (12). Os dois foram baleados e a motivação, segundo testemunhas, teria sido um desentendimento

O crime foi registrado em um sítio, localizado na comunidade rural de Buritis, em Divinópolis. Os irmãos foram mortos com vários disparos de arma de fogo, durante uma festa de baile funk na madrugada de sábado (12).
Segundo a Polícia Militar, o primeiro acionamento chegou à central de operações por volta de 5h, mas como havia carência de informações, a Polícia Militar não teve como comprovar a veracidade do assunto tratado. Já pela manhã, quando a namorada de um dos rapazes baleado resolveu ir atrás da polícia, os militares estiveram no local e de fato, comprovaram o crime.
Uma das vítimas levou seis tiros na região próxima à face. A outra vítima levou dois disparos, sendo esses, também fatais. Bruno Santos Costa de 32 anos e Maycon Gonçalves Costa, de 29 trabalhavam como comerciantes. Um deles possuía uma loja de roupas localizada no Centro da cidade. Já o outro possuía envolvimento com materiais pirateados e ambos possuíam passagens pela polícia.
Algumas informações repassadas a PM, alegavam que a festa, inicialmente, era somente para três casais e alguns amigos, porém elas mencionaram ter mais de 100 pessoas presentes no sítio. A Polícia Civil mantém a linha de investigação que o autor era conhecido. Algumas testemunhas relataram que a motivação para tal crime seria uma discussão fútil.
Vários projéteis de arma calibre nove milímetros foram localizados pelo chão. Ainda segundo informações, os suspeitos andavam armados, entretanto, durante buscas realizadas pela perícia no local, nada de ilícito foi encontrado. Os corpos foram removidos e levados ao Instituto Médico Legal. No momento, a procura é pelos organizadores do evento, que devem apresentar justificativa a Polícia Civil.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.