quarta-feira, 30 de Março de 2016 11:30h Atualizado em 30 de Março de 2016 às 12:37h. Polícia Civil

Polícia Civil prende grupo que manteve casal como refém para roubo de veículo

A Polícia Civil de Minas Gerais prendeu em flagrante, ontem (29), Yuri Ruiz Chagas Ferreira, Webert Alves de Araújo, Jonas Santos da Silva e Pedro Henrique de Souza Pereira e apreendeu um adolescente pela prática dos crimes de roubo, tortura e incêndio

A Polícia Civil em Contagem prendeu em flagrante, nesta terça-feira (29), Yuri Ruiz Chagas Ferreira, Webert Alves de Araújo, Jonas Santos da Silva e Pedro Henrique de Souza Pereira e apreendeu um adolescente pela prática dos crimes de roubo, tortura e incêndio.

Na noite de segunda-feira (28), o grupo surpreendeu um casal que conduzia um Toyota/Corolla no bairro Buritis, região Oeste de Belo Horizonte. As vítimas foram mantidas em poder dos criminosos e levadas até Ibirité, na região metropolitana, onde os suspeitos retiraram vários componentes do veículo e, em seguida, atearam fogo no mesmo. Os suspeitos fugiram em outros dois carros, mas foram detidos pela Polícia Militar.

 

 

De acordo com o delegado responsável pelas investigações, José Luiz Quintão, em depoimento, as vítimas relataram que sofreram tortura psicológica e chegaram a sofrer choques elétricos durante o assalto. “No mesmo local onde fizeram o desmanche do veículo das vítimas, eles abandonaram o casal, após um longo período de ameaças de morte e, uma das vítimas, era alvo de choques elétricos durante a abordagem”, informou.

Durante a fuga dos criminosos, os veículos utilizados pelos criminosos foram abordados por viatura da Policia Militar, por estarem transitando em alta velocidade, o que gerou suspeição e motivou a abordagem. Contudo, desrespeitaram a ordem de parada, sendo perseguidos, até que um dos veículos capotou e o outro foi alcançado pelos policiais militares. Os suspeitos foram detidos e as peças do automóvel das vítimas foram localizadas.

 

 

Um segundo adolescente envolvido nos fatos conseguiu fugir da perseguição, mas já foi identificado e qualificado pela Polícia Civil. Na delegacia, os suspeitos tiveram a prisão em flagrante ratificada, com representação para decretação da prisão preventiva. Houve representação também para a internação do adolescente infrator apreendido.

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.