quarta-feira, 15 de Junho de 2016 17:37h Polícia Civil de Minas Gerais

Polícia Civil prende líderes do tráfico de drogas na região de Betim

A Polícia Civil de Minas Gerais prendeu, na sexta-feira (10), quatro integrantes de uma organização responsável pelo tráfico de drogas em vários bairros da região de Betim

Carlos Adão Gomes (conhecido como “Dão”), Elenita Gomes de Souza , Leidison Rubens de Souza e Everton Batista da Silva são apontados pelas investigações como responsáveis por liderar o grupo que se destacava pela ousadia, chegando a impor “toques de recolher” à população. O grupo criminoso agiria nos bairros Sítio Porções, Itacolomi, Nossa Senhora de Fátima, Vila das Flores, Alto das Flores e adjacências.
 

Em uma operação realizada pela Polícia Civil, na sexta-feira (10), os líderes da organização criminosa foram presos, sendo localizada na residência de um dos lideres e também em um veículo de luxo porções de cocaína. “Acreditamos que a operação é um forte impacto no esquema de tráfico de drogas na região”, avalia do delegado responsável pelas investigações, Estevan Renan Gutierrez.  
 

Ainda segundo o delegado, os criminosos utilizavam de estratégias diversas no intuito de evitar suas prisões, entretanto, após intenso trabalho investigativo, os suspeitos foram presos em suas residências no bairro Nossa Senhora de Fátima, em Betim, e posteriormente foram encaminhados para o Sistema Prisional, encontrando-se à disposição da Justiça.
              

As investigações avançam no sentido de prender os demais integrantes da organização criminosa, impedindo assim a reestruturação do tráfico nas localidades. 
 

Outro suspeito de integrar o grupo, Leonardo Gomes de Souza (conhecido como “Leozinho”) teve sua prisão preventiva solicitada e encontra-se foragido. Quaisquer informações que possam auxiliar a polícia em sua captura podem ser repassadas por meio do dique-denúncia, 181.

 
Foto: Divulgação PCMG

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.