terça-feira, 8 de Março de 2016 12:37h Atualizado em 9 de Março de 2016 às 10:36h. Polícia Civil

Polícia Civil prende suspeito de traficar drogas para classe alta em Itaúna

A Polícia Civil de Minas Gerais, após dois meses de investigação, prendeu em Itaúna, região Centro-Oeste do estado, Eduardo Menezes Pedrosa

conhecido como “Dudu Pedrosa”) por tráfico de drogas, associação ao tráfico, posse ilegal de munição de calibre restrito e tráfico de armas.

Segundo as investigações, o suspeito era responsável por traficar entorpecentes com a maiorpureza da região e tinha como clientes indivíduos da classe alta da cidade. Dudu também é apontado como suspeito de vender diversas armas para criminosos, inclusive, algumas de calibre restrito.

 



A operação, coordenada pelos delegados Weslley Castro e Diego Almeida, decorreu de investigações iniciadas no início de setembro do ano passado, oportunidade em que foi possível verificar que o investigado era responsável pela venda de grande quantidade de drogas de pureza elevada, dentre as quais: maconha, haxixe, cocaína, LSD e êxtase, além de estar envolvido no cultivo de drogas.

Em razão da qualidade dos entorpecentes e do meio social que convivia, o investigado tinha como público-alvo a alta sociedade da cidade de Itaúna e realizava transações apenas com pessoas que conhecia ou ainda que eram indicados por outras da confiança dele, tendo o objetivo de se manter impune.

 



Conforme pondera o delegado Weslley Castro,  apontaram ainda as investigações que “Dudu Pedrosa” corriqueiramente comprava e vendia armas de fogo e munições, tanto a pessoas que não ofereciam perigo social, quanto a criminosos de Itaúna e região.
No decorrer da operação, foram encontradas com o investigado duas munições de calibre .44 (sendo uma importada dos EUA), assim como balança de precisão, uma estufa montada para plantações (no terraço do prédio) e o celular da vítima.

 



Com o objetivo de dificultar as investigações, o suspeito utilizava-se de aplicativos de smathphone para negociar compra e venda de armas e drogas, entretanto, a ação da Polícia Civil conseguiu recuperar várias conversas, imagens e vídeos que comprovam seu envolvimento.

 



Créditos: Divulgação PCMG

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.