quarta-feira, 13 de Julho de 2016 14:24h Polícia Civil de Minas Gerais

Polícia Civil prende trio suspeito de praticar série de arrombamentos a residências Belo Horizonte e Contagem

A Polícia Civil de Minas Gerais prendeu no dia 6 de junho, Carlos Henrique de Assis Souza, de 30 anos, Hudson Ribeiro Bastos, de 31, e Paulo Sérgio Mendes Martins, 28

O trio é suspeito de arrombar uma série de residências no município de Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, para furtar joias, eletrônicos e outros objetos de valor.

Os suspeitos confessaram à polícia os crimes, confirmando participação em pelo menos três furtos, entre março a maio deste ano, nos bairros Nossa Senhora do Carmo, Alvorada e Jardim Riacho das Pedras em Contagem e nos bairros Bandeirantes e Castelo em Belo Horizonte e região da Pampulha.

 



De acordo com as investigações, o grupo escolhia as residências, batiam no interfone e, caso não houvesse resposta, arrombavam as casas e furtavam joias, relógios, celulares, aparelhos eletrônicos, dentre outros. Existe também a suspeita que eles utilizavam uniformes da companhia de iluminação pública para rondar as casas sem serem notados, já que um uniforme da empresa foi encontrado em no carro utilizado nos atos.

Para praticar os crimes, os suspeitos utilizavam um veículo Fiat/Idea, furtado de uma das residências, no dia 26 de março, no bairro Nossa Senhora do Carmo. 

 

 



Após ter acesso às imagens de monitoramento interno de residências e do Olho Vivo, a Polícia Civil conseguiu identificar o veículo utilizado pelos suspeitos, que possuía placas de identificação clonadas. 

Conforme explica o delegado responsável pelas investigações, Wesley Campos, o apoio da população também foi preponderante para o sucesso da operação. “No dia 6 de julho recebemos denúncia anônima dando conta da localização do veículo e, após um cerco e bloqueio, foi possível abordá-los”, disse o delegado. 

 



Em seguida, um dos suspeitos, Carlos conduziu a polícia até seu veículo, que se encontrava no bairro Cachoeirinha, onde foi possível localizar um relógio e uma televisão pertencente a uma das vítimas. Também foram localizados celulares e outro relógio que ainda não tiveram as vítimas identificadas. 

Os suspeitos irão responder pelos crimes de furto qualificado por arrombamento e formação de associação criminosa.

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.