sexta-feira, 29 de Junho de 2012 12:47h Camila Caetano

Polícia Federal de Divinópolis prende suspeitos de pedofilia em Bambuí

A Operação “DirtyNet", coordenada pela Superintendência Regional da Polícia Federal no Rio Grande do Sul,  que atua em 11 Estados do país e no Distrito Federal, já conseguiu localizar vários suspeitos de participarem de uma rede de compartilhamento de materiais pornográficos com crianças de até 12 anos em cenas de abuso sexual. Assim, a Polícia Federal de Divinópolis conseguiu ordem judicial no município de Bambuí, onde foram feitas duas buscas que acarretaram na apreensão de um notebook, mais HD e pen drive, os quais passarão por perícia a fim de verificar a presença de materiais pornográficos com crianças ou adolescentes, ainda em um dos locais foi possível constatar preliminarmente algumas fotografias e vídeos com conteúdo pornográfico infantil. O infrator, A.M.C, 23 anos, poderá ser condenado por três a seis anos de reclusão.

 


O rastreamento se iniciou a seis meses nas redes privadas, quando algumas informações foram obtidas na Operação a “Caverna do Dragão", também realizada pela Polícia Federal. Segundo averiguações, a quadrilha conta com 160 pessoas, sendo 63 do Brasil e 97 estrangeiros, e as imagens eram trocadas entre eles. Além disso, para integrar a rede era preciso receber um convite dos membros. A Polícia Federal também identificou relatos de outros crimes, até mesmo estupro contra os próprios filhos dos envolvidos, além de assassinatos, canibalismo e sequestro.

 


As investigações no país continuam, e já está ocorrendo o cumprimento de 50 mandados de busca e apreensão e 15 de prisão. As demais nações já foram alertadas sobre o acontecimento por meio da Interpol, para assim dar procedimento à apreensão dos suspeitos.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.