sexta-feira, 24 de Agosto de 2012 14:39h Daniel

Polícia Militar apreende bebidas adulteradas em Divinópolis

O Mandato de busca e apreensão ocorreu após a PM receber algumas denúncias do crime que ocorria na residência, na Rua Professor Isauro Ferreira, 777, bairro Porto Velho

Várias bebidas alcoólicas adulteradas foram localizadas e apreendidas pela Polícia Militar na manhã dessa quinta-feira, 23 de agosto. O Mandato de busca e apreensão ocorreu após a PM receber algumas denúncias do crime que ocorria na residência, na Rua Professor Isauro Ferreira, 777, bairro Porto Velho. “De posse de denúncias e informações, nós buscamos o Mandato de busca e apreensão, e vimos até esse local aqui, onde nós comprovamos que aqui estava sendo adulteradas bebidas alcoólicas, na denúncia consta, nos levantamentos iniciais, que estava sendo usado inclusive álcool de combustível de veículos”, afirma o Tenente Oliveira que comandou a operação.

 


Na residência havia litros de bebidas vazios que ainda seriam preenchidos por alguma mistura similar à original, além de cartelas de lacres falsificados, semelhantes aos presentes nas bebidas legítimas. “Comprovamos através da apreensão que está sendo feita de várias bebidas alcoólicas, de várias marcas adulteradas e prendemos duas pessoas que se encontravam no imóvel e estavam de posse da mercadoria”, complementa o Tenente. Ao total foram apreendidas 20 caixas com aproximadamente 70 garrafas de bebidas cheias e vazias, dois galões com substâncias que seriam utilizadas no processo, e ainda dois notebooks e uma CPU, onde há receitas das adulterações. Todo o material foi alocado em uma caminhonete e encaminhado para o pátio da Prefeitura.

 


O responsável pela vigilância, Erson Ribeiro Guimarães, declara que na aparência das bebidas já se comprova a adulteração, já que a coloração estava bem diferente. “Comprovamos que aqui nesse local além de fabricar bebidas ainda faziam a distribuição de bebidas falsas para comércios e festas da região”, conclui Erson Ribeiro. O Tenente Oliveira ainda comenta que “aparentemente que nós conseguimos comprovar é que eles fabricam aqui e revendem para vários comerciantes, a gente ainda está levantando quais seriam esses comerciantes”.

 


Além disso, os policiais militares encontraram no local um caderno com algumas anotações, como a contabilidade das vendas. “Através desse caderno nós vamos passar para a Polícia Civil e vão ser feitos os levantamentos para poder verificar se tinha mais pessoas envolvidas, inclusive comerciantes”, relata o Tenente Oliveira.
Os dois indivíduos apreendidos foram encaminhados até a Delegacia da Polícia Civil para maiores esclarecimentos. 

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.