quinta-feira, 21 de Março de 2013 07:59h Erik Ullysses

Polícia Militar de Divinópolis abordará táxis que circularem no período noturno

Medida visa a segurança de taxistas e clientes. Objetivo é conter os assaltos a táxis na cidade e evitar desfechos como o do final de semana em são Sebastião do Oeste

No último final de semana um taxista divinopolitano foi assassinado em São Sebastião do Oeste após ter sido roubado. Em Divinópolis a Polícia Militar já registrou alguns casos em que taxistas foram assaltados na cidade. Os criminosos levam o dinheiro dos motoristas, celulares e em alguns casos o próprio carro é levado e a vítima é abandonada em alguma estrada afastada. Para conter o avanço e prevenir este tipo de crime a Polícia Militar de Divinópolis começa a traçar ações específicas para a proteção dos taxistas.
Segundo o tenente coronel Marcelo Carlos da Silva, comandante do 23° BPM, a primeira medida adotada é a orientação repassada aos policias militares de abordarem a todos os táxis que circularem pela cidade no período noturno. Para que as ações dos militares ocorram sem transtornos, o comandante ressalta a importância da compreensão da população. “De imediato, desde terça-feira eu já determinei que todo táxi no período noturno vai ser abordado. A viatura que se deparar com um táxi na rua vai pará-lo. E nós já pedimos desde já a compreensão por parte da população. Se for abordado fique tranquilo por que é uma abordagem para levar segurança para o usuário e para o taxista’ garantiu.
O comandante contou ainda que na  terça-feira (19) foi feita uma reunião entre a Polícia Militar e representantes do sindicato dos taxista de Divinópolis. Ele afirmou que brevemente devem ocorrer encontros com os taxistas e que é estudada a hipótese de uma rede de taxistas, semelhante ao que é feito com a Rede de Vizinhos Protegidos. “Nós estamos trabalhando. Nós já fizemos contato com o presidente do sindicato e estaremos nos reunindo com toda a categoria. É importante a gente formar uma rede. Hoje nós temos que formar redes de segurança, nos moldes da Rede de Vizinhos Protegidos, para que possamos minimizar estes problemas” afirmou.
Sobre o andamento das investigações da morte do taxista ocorrido em São Sebastião do Oeste o comandante explicou que a cidade não faz parte da área de atuação do 23° BPM, pertencendo ao batalhão de Formiga. Mesmo assim, ele contou que as Polícias Militar e Civil de Divinópolis estão trabalhando conjuntamente com a Polícia Civil de Formiga na elucidação do caso. “São Sebastião do Oeste não faz parte da área de atuação do batalhão, mas mesmo não fazendo parte, pelo fato da vítima pertencer ao nosso município, nós já estamos com os levantamentos bem adiantados. Nós já fizemos contato com a Polícia Civil daqui, na pessoa do Dr.Fernando Vilaça e com a Polícia Civil de Formiga, que é a responsável pelo caso. E nós temos uma reunião agendada para hoje (21) para troca de informações. Nós estaremos repassando aquilo que nós temos para a Polícia Civil e nos colocando à disposição para juntos trabalharmos nesse processo investigativo e tentar elucidar o crime” concluiu.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.