quarta-feira, 15 de Junho de 2011 14:02h Andre Bernardes

Polícia militar e polícia civil fazem balanço de prestação de serviço

A polícia militar e a polícia civil apresentaram na manhã de ontem, os resultados dos trabalhos realizados pelas das corporações nos últimos quatro meses. A reunião, chamada de Integração de Gestão de Segurança Pública, IGESP, visa a melhoria nos resultados do trabalho prestado a população.


A reunião acontece a cada quatro meses. Além avaliação das ações integradas das polícias com a exposição de dados, resultado e os saldos obtidos nas ações, são apontadas as dificuldades para serem solucionadas nos próximos quatro meses.


A mesa foi composta por várias autoridades de representatividade na comunidade como prefeitos, representantes de associações comunitárias, ministério público, corpo de bombeiros, sistema prisional, centro sócio educativo. A cabeceira da mesa é onde fica uma mediadora que coordena a reunião ao lado do representante maior da policia militar da sétima região, Coronel Eduardo e o Doutor João Pedro como chefe do sétimo departamento da polícia civil.
A delegada regional Doutora Aparecida e o Tenente Coronel Júlio Teodoro fizeram as apresentações e exposições dos dados. De acordo Capitão Jocimar, assessor da polícia militar, essa integração dos órgãos de segurança pública tem trazido grandes avanços para Divinópolis e região. “São feitos alguns questionamentos e a reunião tem o objetivo de melhorar e aprimorar a prestação de serviço para a comunidade para potencializar as forças de segurança de um jeito mais integrado. A integração por si só é uma busca para melhorar o atendimento para a comunidade, de forma que unindo esforços nas ações conjuntas, o intercambio de informações e até a parte operacional  visam trazer a segurança para a comunidade” explica.


O capitão afirma que desde que foi implantada essa metodologia pela secretaria de defesa social, a sétima região, que tem Divinópolis como sede, se tornou referencia no Estado. “A sétima região é referencia no estado pelos resultados obtidos principalmente no aspecto operacional que é muito positivo, fechamos 2010 com todas as metas batidas e tivemos nota máxima na prestação de serviço e em 20011 queremos melhorar o resultado” diz o capitão.
Essa excelência é medida pela redução da criminalidade, crimes violentos, roubos a mão armada e homicídios.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.