sábado, 21 de Maio de 2016 09:34h Atualizado em 21 de Maio de 2016 às 09:47h. Pollyanna Martins

Polícia Militar encontra fábrica de falsificação de rótulos de cerveja em Divinópolis

Um homem, de 35 anos, foi preso, e disse aos policiais que a cerveja falsificada era revendida em São Paulo

Um homem, de 35 anos, foi preso na tarde de ontem (20), na comunidade rural Córrego do Paiol, em Divinópolis, por falsificação de rótulos de cerveja. De acordo com a Polícia Militar (PM), após uma denúncia de que, em um sítio na comunidade, funcionava um laboratório de refino de entorpecentes, policiais militares foram até o local e encontraram uma fábrica de adulteração de rótulos de cerveja.

 

 


Segundo o cabo Toletino, que participou da prisão, o suspeito, Janerson Floriano Bernardes, de 35 anos, confessou que um homem chamado Nivaldo trazia engradados de cerveja de marcas inferiores e ele então trocava os rótulos por marcas de cervejas mais caras. “No sítio, o suspeito tinha a prensa, tinha todos os rótulos, e tinha uma cola especial para colar o rótulo na garrafa”, informa.

 

 


Ainda de acordo com o cabo, foram apreendidas 580 garrafas de cervejas adulteradas, rótulos de cervejas de marcas famosas, tampas das mesmas marcas de cerveja, uma prensa e a cola especial. Conforme o policial, o criminoso informou que após a adulteração, o homem que levava a cerveja buscava o material e revendia em São Paulo. “Só ele foi preso, e no momento da prisão, ele disse que trabalhava para este Nivaldo, mas não deu as características do homem”.

 

 


O suspeito informou ainda que praticava o crime há 15 dias em Divinópolis, e ganhava R$ 9 por engradado de cerveja adulterado. A cerveja apreendida foi encaminhada para a Vigilância Sanitária, e o restante do material foi levado para a Delegacia de Polícia Civil, junto com o suspeito.

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.