sábado, 1 de Agosto de 2015 10:15h Atualizado em 1 de Agosto de 2015 às 10:16h. Pollyanna Martins

Polícia Militar forma sargentos em Divinópolis

35 cabos foram promovidos a 3º sargentos após quatro meses de curso

A Polícia Militar (PM) realizou ontem a Formatura do Curso Especial de Formação de Sargentos (Cefs 2015), na qual 35 cabos foram promovidos a 3º sargentos.  A solenidade contou com a presença do comandante da 7ª Região, coronel Laércio Reis, do comandante do 23º Batalhão da Polícia Militar, tenente-coronel Marcelo Carlos da Silva, do comandante da 7ª Companhia de Missões Especiais, tenente-coronel Marcelo Augusto dos Santos, além de outras autoridades.
A cerimônia iniciou ao som do Hino Nacional e comoveu os familiares que estavam presentes. O curso especial de formação de sargentos é um curso presencial, destinado aos cabos da PM, e tem como objetivo a qualificação profissional e a formação de sargentos, convocados em razão de contarem com mais de dez anos de efetivo de serviço na mesma graduação.
O curso foi desenvolvido na sede da PM, totalizando quatro meses, em que 19 disciplinas foram aplicadas. Durante a formatura, os sargentos Charles da Cruz Almeida, Carlos Eduardo Silva e Marcio Martins Gomes foram homenageados por terem se destacado ao longo curso. As homenagens foram entregues pelos comandantes da 7ª Região, do 23º Batalhão, e da 7ª Cia Mesp.
Sob o comando do 1º tenente Reginaldo Morais de Sales, comandante da 231ª Companhia de Ensino e Treinamento, os novos sargentos firmaram o ideal de servir às comunidades mineiras. O comandante da 7ª região, coronel Laércio Reis, paraninfo dos formandos, destacou durante o seu discurso uma frase do ex-governador de Minas Gerais, Tancredo Neves em que diz que a Polícia Militar é patrimônio do povo mineiro. “Todos nós policiais militares temos um orgulho imenso de pertencer à Polícia Militar de Minas Gerais, uma instituição de 240 anos, que vem há muitos e muitos anos cumprindo o seu papel da melhor forma possível. Com essa frase, eu quero reforçar para os formandos e para os policiais militares a necessidade de ter cada vez mais o compromisso com o trabalho”, destaca.

 

DESAFIOS
Entre os atuais desafios que a PM enfrenta atualmente, efetivo reduzido e a falta de número adequado de viaturas são alguns deles. O coronel Laércio Reis destacou que, apesar dos problemas, mais de 2 mil viaturas terceirizadas serão entregues à PM até o final do ano. “O efetivo vai ser aumentado também, teremos neste final de semana o concurso para Belo Horizonte de 1.490 vagas, e até o final do ano o concurso para o interior de mais 1.610 vagas, está havendo uma recomposição do efetivo. De qualquer maneira, os desafios não são para o dia de amanhã, a sociedade quer mais policias nas ruas e quer resposta na prisão de marginais. Mesmo diante desses desafios nós temos que fazer o nosso trabalho com toda dedicação, com todo esforço, buscamos para que os resultados sejam cada vez melhores”, frisa.
 

 


Crédito: Pollyanna Martins

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.