sábado, 14 de Maio de 2011 11:50h Atualizado em 14 de Maio de 2011 às 11:55h. Marciel Muniz

Polícia militar invade residência usada como esconderijo por marginais

Durante busca pessoal foram encontradas duas ?endolas? de crack nas partes intimas de uma menor


Uma casa abandonada usada como esconderijo por marginais e usuários de drogas localizada no bairro Afonso Pena foi alvo de ação policial na tarde de ontem. A batida policial ocorreu após uma denúncia recebida pela Central de Operações do 23° BPM, que na casa localizada na Rua Vera Cruz, no bairro Afonso Pena havia vários indivíduos fazendo uso e tráfico de drogas.

 

Ao chegar ao local militares encontraram o portão da residência trancado com correntes e cadeado. O proprietário da residência  foi notificado sobre o ocorrido e compareceu ao local para que o portão fosse destrancado dando continuidade a operação dos policiais.

 

Segundo informações da PM, no interior do imóvel foram avistados vários indivíduos em atitudes suspeitas. Ao todo foram abordadas sete pessoas, entre elas uma menor de 16 anos, durante a revista policial foram encontradas nas partes íntimas da menor infratora cinco “endolas” de crack.  Ao ser questionada sobre a origem das drogas a adolescente relatou que a droga seria de um dos detidos, H.V. de 40 anos.

 

Ao abordar o suspeito de fornecer as drogas à menor, a PM se deslocou até sua casa, onde após ser realizada a  busca no interior da residência foram encontrados  cerca de 69 dvd’s diversos, uma faca,pedaços de plástico possivelmente usados para o preparo das drogas, além da quantia de R$ 20,00.

 

Um dos policiais destacou que ao chegar à residência para a abordagem, um dos suspeitos fugiu pelos fundos ao perceber sua presença, o policial perseguiu o suspeito, mas não conseguiu capturá-lo “O indivíduo que estava no interior da residência correu e fugiu pulando o muro dos fundos assim que percebeu nossa chegada” explicou o militar. Até o fechamento da edição o suspeito ainda não havia sido encontrado.

 

 

 

A menor M.A.F. e H.V. foram autuados em flagrante e encaminhados para a delegacia de polícia juntamente com os materiais apreendidos. O suspeito foi encaminhado à unidade prisional Floramar e irá responder pelos crimes de tráfico de drogas e corrupção de menor. Os outros suspeitos foram ouvidos e liberados.
 

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.