quinta-feira, 21 de Fevereiro de 2013 05:05h Atualizado em 21 de Fevereiro de 2013 às 05:08h. Erik Ullysses

Polícia Militar prende três por suspeita de envolvimento com roubos e receptação

Polícia Militar apreendeu um carro clonado, uma réplica de arma de fogo e diversos materiais de procedência duvidosa. O fato ocorreu na Rua Safira, bairro Niterói

A polícia Militar de Divinópolis prendeu na manhã de ontem três pessoas suspeitas de envolvimento em assaltos e receptação. A Prisão aconteceu no bairro Niterói e só foi possível graças ao apoio da população, que denunciou o fato para a PM. Era por volta de dez horas quando a PM recebeu uma denúncia de que um carro que estaria estacionado na Rua Safira, bairro Niterói seria produto de furto. Foi constatado que a placa que estava no carro era clonada.
Diante do fato os militares se deslocaram a te a casa 73, onde encontraram diversos materiais de origem suspeita e uma réplica de uma arma de fogo. Foram preso Rafael Bruno Menezes, de 26 anos, Matheus Ribeiro Gontijo, 26 anos, e Luciana Lopes Vidal, de 24 anos.. O capitão Douglas Guimarães Lima, explicou como chegaram até os suspeitos. “Nós recebemos uma denúncia anônima que teria um veículo furtado em frente ao endereço que a gente realizou a averiguação. Nós buscamos maiores informações e descobrimos que os condutores desse veículo estavam na residência número 73 da Rua Safira. Realizamos uma operação, fizemos o cerco em possíveis rotas de fuga pelo quarteirão. Chamamos na residência e fomos recebidos pelo casal, Bruno e Luciana, que a princípio negaram a propriedade e a posse do veículo e não permitiram a nossa entrada na residência. Mas como eles verificaram que a gente estava com disponibilidade para pedir um mandado de busca e apreensão, resolveram autorizar a entrada” disse.
O capitão contou que a casa havia sido alugada pelos autores no dia anterior, terça-feira. Ele contou também que Rafael Bruno confessou que a posse do veículo era sua. “O Bruno acabou confessando a posse do veículo, que nós constatamos que não foi furtado e sim roubado há alguns dias. E outros diversos materiais de receptação, como sons de carros, vários documentos de possíveis vítimas, um notebook, além de outros materiais também foram apreendidos” afirmou.
O veículo apreendido era um táxi e havia sido roubado no dia 15 de fevereiro, próximo da toca do tamanduá. A vítima, o taxista E.S, contou que por volta das 21 horas do dia 15 recebeu um telefonema com o pedido de uma corrida para dois indivíduos que ele não conhecia. Em dado momento eles anunciaram o assalto e roubaram o seu carro, assim como os documentos, cartões de crédito e o dinheiro que estava dentro do veículo. O carro encontrado na manhã de ontem estava com a placa adulterada e apontava para um veículo de São Paulo, quando na verdade o carro era de Divinópolis.
Entre os materiais apreendidos dentro da casa estavam a réplica de uma pistola, bolsas, cartões de crédito, vários chinelos, documentos de vítimas, pen drives, notebook, além de diversos matérias que provavelmente são produtos de roubo e receptação. Algumas vítimas foram levadas até a Delegacia e reconheceram parte dos materiais.
Os três foram conduzidos para a Delegacia da Polícia Civil, onde seriam ouvidos. Rafael Bruno já possuía passagens pela polícia quando era adolescente por perturbação do sossego e furto, e recentemente foi conduzido até a Delegacia por uso de drogas. O veículo foi apreendido e levado para o pátio de um socorro autorizado.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.