quinta-feira, 21 de Junho de 2012 13:01h Atualizado em 21 de Junho de 2012 às 13:04h. Camila Caetano

Polícia Militar realiza palestras preventivas anti-drogas

A partir da última terça-feira, dia 19 de junho, iniciou a Semana Nacional e Estadual Anti-Drogas, que visa enfocar essa temática que é trabalhada com recorrência pelos órgãos responsáveis.

A partir da última terça-feira, dia 19 de junho, iniciou a Semana Nacional e Estadual Anti-Drogas, que visa enfocar essa temática que é trabalhada com recorrência pelos órgãos responsáveis.

 

Assim, a Polícia Militar do 23º BPM em parceria com o Conselho Municipal Anti- Drogas/COMAD desenvolve nesse período diversas atividades que possam instruir os adolescentes, principal foco.

 


Neste sentido, dia 19 de junho foi realizada uma palestra, “Prevenção ao uso indevido de drogas”, com a participação de 200 alunos da Escola Municipal Miguel Couto, ministrada pelo Sargento Ronaldo, o qual abordou os motivos para que os jovens não se aproximem das drogas, mostrando o quanto são desnecessárias para viver. Também foram apresentados os tipos de substâncias, assim como os efeitos e consequências do uso.

 

De acordo com o Sargento Ronaldo é preciso sempre frisar esse assunto e buscar novas alternativas no combate às drogas, já que cerca de 70% dos acidentes de trânsito e 60% da violência doméstica tem algum envolvimento com drogas ou bebidas alcoólicas. “A gente já trabalha constantemente com campanhas preventivas, como no PROERD (Programa de Educacional de Resistência às Drogas), no qual teremos a formatura essa semana, com a formação de 1.450 crianças, que receberam instruções após dez semanas de curso. Mas, nessa semana, em especial, por ser a semana nacional estadual anti-drogas, nós vamos fazer um trabalho mais intenso”, diz o Sargento Ronaldo.

 

Além disso, o Sargento conta que essas atividades que serão desenvolvidas nesse período terão o envolvimento de todos os policiais do PROERD, (o próprio Sargento Ronaldo, Cabo Adilson, Soldado Brener, e Soldado Arley), entre outros militares que estão habilitados a falar do tema.

 

A estudante do 9º ano, Angélica Maria Andrade, 15 anos, já participou do PROERD, e afirma que hoje ela tira muito proveito das informações que foram transmitidas durante o curso, além disso, a jovem relata que a palestra ministrada pelo Sargento Ronaldo possibilitou um melhor esclarecimento sobre outras substâncias que ela ainda não tinha informação, “a palestra hoje me deu uma noção sobre as balinhas, que eu ainda não tinha conhecimento. Em algumas festas já até me ofereceram, mas como eu não sabia o que era e como meus pais sempre falam para eu não aceitar nada de desconhecido, eu não peguei. Se fosse na inocência eu ia acabar pegando achando que era alguma bala normal.”

 

Essas palestras ainda facilitam o diálogo entre os jovens e o mais importante, a comunicação com a própria família, permitindo que as informações sejam repassadas para diversas pessoas, “acreditamos que as pessoas que participam dessas palestras vai atingir um número talvez até dez vezes maior”, afirma o Sargento Ronaldo.

 

Além disso, diversos jovens que estão instruídos tentam resgatar amigos que têm ligação com algum tipo de droga, assim como a estudante Angélica, “já até passei exemplos de vida para muitas pessoas, porque tenho muitos colegas que usam drogas, e eu tento avisar para não entrar nesse caminho. Chamo eles para algumas palestras, e já consegui retirar dois amigos das drogas, até hoje eles reagem muito bem”.

 

Neste sentido, todas as ações preventivas realizadas com os jovens, proporcionam uma boa fixação do assunto, conseguindo então evitar com mais facilidade qualquer relação com as drogas. “Achei interessante, porque incentiva a gente dizer “não”, porque na nossa idade, sempre tem alguém que pode oferecer algum tipo de droga. Nessas horas lembramos da palestra que foi feita na escola.”, relata o estudante do 9º ano, David Rodrigues, 14 anos.

 

O Sargento Rodrigo ainda certifica que além das palestras nas escolas, acontecerá uma para os policiais militares, no dia 26 desse mês, com o intuito de preparar os militares quanto às reações dos indivíduos que são usuários, “abordaremos os efeitos das drogas no organismo, a fim de atualizar os conhecimentos dos nossos policiais”, declara o Sargento. Deste modo, os policiais militares conseguirão lidar melhor com essas situações, tão rotineiras.

 

Nessa semana as palestras para os jovens estudantes também serão realizadas em algumas escolas dos municípios de Itaúna, Itatiaiuçu, e Cláudio.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.