quarta-feira, 5 de Setembro de 2012 16:23h Erik Ullysses

Polícia Militar testa mecanismo para pedido de socorro por mensagem de celular

Uma novidade na forma de se pedir socorro para a Polícia Militar pode acabar sendo implantada em breve. Trata-se da denúncia feita através de mensagem de texto feita por celular, o popular torpedo. O novo método é ideal para as pessoas que estão com assaltantes dentro de suas casas, mas que não podem fazer barulho ligando para a PM, ou em outras situações que não possa falar. Assim, bastaria mandar um torpedo para que a viatura se deslocasse para o local indicado. A PM então vai responder a mensagem do solicitante enviando o nome dos policiais e o número da viatura que atenderá a ocorrência. O novo método pretende aumentar o número de prisões em flagrante.

 


Atualmente as formas para entrar em contato com a PM são através do número 190, quando a vítima ou denunciante vai a uma unidade de polícia, ou por meio de abordagem de um policial militar nas ruas.

 


O desenvolvimento do mecanismo que permitirá o envio das mensagens está sendo feito por alunos do Bairro Santa Terezinha, Pampulha, na capital mineira. O primeiro batalhão a fazer o teste será o 34º, responsável pelas regiões nordeste e noroeste de Belo Horizonte.

 


A implantação da denúncia por mensagem de celular em Divinópolis, bem como para todo o restante do Estado, ainda não tem prazo definido e irá depender dos resultados obtidos no 34º batalhão, já que se trata de um projeto piloto.

Leia Também

Imagem principal

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.