sábado, 17 de Novembro de 2012 05:28h Gazeta do Oeste

Polícia prende 46 suspeitos de ataques em Santa Catarina

Até às 7 horas desta sexta-feira, 46 suspeitos de envolvimento na onda de ataques em Santa Catarina foram presos. Outras 16 pessoas são procuradas e três morreram em confrontos com as forças de segurança, informou a Secretaria Estadual de Segurança Pública. Os ataques vêm sendo feitos desde a segunda-feira. Os detidos são suspeitos de incendiar ônibus, carros, órgãos públicos além de atacar bases das polícias militar, civil e da Guarda Municipal em diversas cidades. Os atentados se repetiram entre a noite de quinta-feira e a manhã desta sexta-feira.

Ao menos oito novos casos foram registrados, de acordo com o jornal Diário Catarinense. As cidades onde houve os ataques são Florianópolis, São José, Tijucas, Criciúma, Navegantes e Itapema. Mais um carro e seis ônibus foram queimados, o último nesta manhã, na rodovia SC-407, em São José, na Grande Florianópolis. Uma fábrica de cordas também foi incendiada em Navegantes. Testemunhas disseram ter visto um grupo de homens carregando galões perto do local.

Em Tijucas, dois suspeitos foram mortos pela Polícia Militar por volta das 23h de quinta-feira após uma troca de tiros. Eles estariam planejando o assassinato de policiais, em resposta à morte de um criminoso em Itapema na quarta-feira (14), informou a polícia. Em Criciúma, um homem foi baleado e três adolescentes foram detidos após mais uma troca de tiros, no bairro de Tereza Cristina. O confronto teria começado depois que uma viatura da PM foi alvejada.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.