sábado, 17 de Setembro de 2011 10:46h Atualizado em 17 de Setembro de 2011 às 10:50h. Paulo Reis

Polícia prende quadrilha do Pará

Sete pessoas foram presas em Itáuna e conduzidas para a delegacia de Divinópolis. Os integrantes da quadrilha se passavam por cambistas e dentro do Parque de Exposições da cidade roubavam celulares e carteiras


Durante 26ª exposição em Itaúna a Polícia Militar foi acionada por diversos participantes do evento e o relato: furto de carteiras e celulares, o que realmente chamou a atenção dos militares foi a quantidade deles numa mesma noite e a ainda a coincidência das características descritas dos suspeitos.


A primeira ocorrência apareceu por volta das 4h da manhã, de imediato a polícia fez uma busca pelo parque e encontrou o primeiro integrante da suposta quadrilha. Em seguida os demais componentes foram descobertos e apreendidos pelos policiais.


Informações dadas aos militares confirmaram que este não seria o primeiro golpe aplicado pelos envolvidos. Todos eles são do estado do Pará, no norte do país, mas atualmente moravam no estado do Maranhão e vinham aplicando golpes em festas como a da cidade de Itaúna, outros integrantes do grupo estavam também em Belo Horizonte.
Segundo militares, os suspeitos se passavam por cambistas e anotavam detalhes como carteiras, joias, celulares e modelos de carros das vítimas e repassavam para os outros integrantes. Ao todo foram detidos cinco homens e duas mulheres que estavam hospedados em um hotel próximo a rodoviária de Itaúna.


Com a quadrilha foram encontrados quarenta e um aparelhos celulares de várias marcas e modelos, seis máquinas fotográficas digitais, R$ 700,00 em dinheiro, cédulas de dinheiro americano e argentino e frascos de perfume.


Todos os suspeitos foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil de Divinópolis e em seguida conduzidos para o presídio Floramar. 

 

 

Outras Ocorrências

 

Um jovem de 18 anos foi preso durante a 26ª Expô Itaúna. Com o suspeito foram encontradas duas pedras de substância semelhante à cocaína, a quantia de R$ 50,00 e um aparelho celular.


E na noite da última quinta-feira (15) a PM, recebeu denúncia anônima que um indivíduo de cor negra, havia escondido um material em meio aos arbustos de um jardim desativado na rua Eugênio Prado, e em seguida evadido. A equipe se deslocou até o local da denúncia e realizou uma busca localizando em meios às pedras debaixo de um arbusto, uma arma de fogo tipo garrucha, de calibre e marca desconhecida, aparentemente em perfeitas condições de funcionamento. 

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.