segunda-feira, 1 de Agosto de 2011 17:46h Atualizado em 1 de Agosto de 2011 às 22:25h. Natalia Santos

Polícia Rodoviária divulga balanço de operação “Férias Seguras”

Número de vítimas fatais aumentou em relação a 2010

Mais acidentes, mais mortos e feridos graves esse foi o balanço da Polícia Rodoviária de Divinópolis nas três semanas de Operação "Férias Seguras" em Divinópolis e região. O número de vítimas fatais aumentou 140% em relação a 2010. Diferente do balanço passado que houve diminuição, a região apresentou 42% a mais de acidente nas estradas comparado com 2010. Os dados divulgados pela 7ª Região da Polícia Militar Rodoviária correspondem a 51 municípios.

 

O período de férias escolares é um bom momento para viagens e passeios em família. Apesar de ser um momento propício ao descanso e lazer, é nessa época, com estradas cheias que muitos acidentes são registrados. Na busca pela segurança e proteção dos motoristas e passageiros, a 7ª Companhia de Meio Ambiente e de Trânsito promoveu a operação Férias Seguras. No entanto os números registrados não foram satisfatórios como foram no ano passado. Em 2010, cinco pessoas morreram durante o período de 16 a 31 de julho. Este ano, o mesmo período registrou 12 vítimas fatais, sofrendo assim um aumento de 140%. O mesmo aconteceu com o número de acidentes, que de 69 passaram para 98 este ano.

 

A operação foi iniciada no último dia 15. Porém as ações foram intensificadas na tarde de sexta-feira seguindo por toda manhã do dia 16, período em que as famílias iniciam as viagens. A intensificação da operação também ocorreu no final da operação em 31 de julho, quando todos já voltam seguindo em suas residências. Para isso todas as viaturas da Polícia Rodoviária foram empenhadas, militares da área administrativa e da Companhia também estiveram presentes durante o patrulhamento uma vez que o maior fluxo de veículos foi registrado na região em torno de Divinópolis. Para garantir a segurança nas estradas, militares posicionaram em pontos estratégicos com viaturas, etilômetros e radares, para oferecer segurança aos usuários das estradas e também combater infratores.

 

Durante a operação, militares repassaram aos condutores uma maior consciência ao volante, “Os condutores devem ver no outro veículo não uma máquina e sim o ser humano, que tem os direitos iguais e que quer ir e vir com segurança” reforçou o subtenente Costa, da Polícia Rodoviária.



ESTATÍSTICAS

 

Quando questionado sobre as principais infrações registradas nas estradas nesse período, Costa destaca que a maior parte dos registros são referentes a imprudência do condutor, “A ultrapassagem proibida que as vezes causa acidentes, excesso de velocidade. Há aqueles que também ingerem bebida alcoólica e acham que estão bons para dirigir, então essas são as infrações mais frequentes”.

 

A operação de férias realizada no ano passado apresentou resultados mais positivos em relação ao mesmo período do ano de 2009. Em 2010 houve a redução de 38% no número de acidentes. O subtenente explicou que no ano passado, na área de abrangência dos 51 municípios da região foram registrados 69 acidentes. Desse total, foram 63 acidentes com vítimas, sendo cinco fatais. Costa reafirmou que muitos condutores ainda insistem em dirigir com imprudência.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.