segunda-feira, 26 de Agosto de 2013 06:32h

Policiais militares, civis e bombeiros fazem treinamento para expansão da Lei Seca

Profissionais passaram pela capacitação para garantir o padrão das abordagens realizadas diariamente na capital em outros 12 municípios do Estado

Cerca de 90 representantes do Sistema de Defesa Social de Minas Gerais participaram ontem (23) do curso de capacitação para expansão da campanha “Sou pela Vida. Dirijo sem Bebida”, oferecido para 12 cidades do interior do Estado. Eles passaram por treinamentos teóricos e práticos para garantir, em seus municípios, o padrão das abordagens realizadas diariamente na capital.

 


Durante a capacitação, policiais civis e militares, bombeiros militares e agentes de trânsito de Juiz de Fora, Uberlândia, Governador Valadares, Montes Claros, Ipatinga, Contagem, Betim, Poços de Caldas, Pouso Alegre, Uberaba, Divinópolis e Lavras receberam informações sobre a forma de abordagem dos condutores nas operações, escolha dos locais, função de cada membro da equipe, legislação, ações preventivas e preenchimento dos autos de infrações de trânsito.  Nesta sexta-feira à noite os participantes serão divididos em equipes para atuar nas operações do “Sou Pela Vida”, que serão realizadas em pontos estratégicos da capital. Os locais das operações serão divulgados a partir das 22h.

 


De acordo com o secretário de Estado de Defesa Social, Rômulo de Carvalho Ferraz, a expectativa é que com a expansão da Lei Seca para o interior, os números de acidentes de trânsito com vítimas fiquem próximos ou até melhores do que já foi alcançado até este momento em Belo Horizonte.  “A redução de 29% no número de acidentes com vítimas fatais e não fatais no primeiro semestre deste ano é algo que deve ser comemorado porque estamos poupando vidas. Assim como nós buscamos a redução dos índices de homicídios dolosos, temos também que ter essa consciência de que os acidentes ceifam vidas prematuramente e trazem sofrimento”, destacou.

 


O curso, realizado na Academia da Polícia Civil em Belo Horizonte, é coordenado pela Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds) em conjunto com o Batalhão de Polícia de Trânsito (BPTran), o Departamento de Trânsito de Minas Gerais (Detran), o Corpo de Bombeiros Militar, a Guarda Municipal de Belo Horizonte e Empresa de Transportes e Trânsito de Belo Horizonte (BHTrans).

 


No treinamento, os agentes também participaram de um simulado para manuseio e uso do etilômetro. O comandante da Patrulha de Trânsito de Itajubá e responsável pela aplicação da Lei Seca na região, sargento João Dario da Costa Pires, ressaltou que os novos conhecimentos proporcionarão o enriquecimento das ações que são realizadas na cidade. “Com certeza, o objetivo principal do nosso trabalho, que é a preservação da vida, será potencializado a partir da ida da campanha Sou pela Vida para Itajubá”, disse.

 


O delegado de polícia Cesar Augusto Faria Freitas, da Delegacia Regional de Pará de Minas, disse que o envio de equipamentos para o interior é imprescindível e vai melhorar o trabalho de fiscalização das blitze na cidade, mas as campanhas de conscientização e de prevenção, que são as palavras chaves do “Sou Pela Vida”, serão fundamentais e atingirão um número maior de pessoas e não somente as que são abordadas nas operações.
Para a expansão da Lei Seca para o interior, serão adquiridos vários equipamentos, entre eles, 15 bases móveis, 30 motocicletas, 15 impressoras para boletins instantâneos e cem etilômetros. O valor do investimento previsto para ampliação da Lei Seca em BH e no interior é de R$ 4,9 milhões.

 

Campanha Sou pela Vida


As ações do “Sou pela Vida. Dirijo sem Bebida” são realizadas de forma integrada entre Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros Militar, Guarda Municipal e a Empresa de Transportes e Trânsito de Belo Horizonte (BHTrans). Desde 14 de julho de 2011, mais de 80 mil veículos já foram abordados, resultando em 1.059 crimes de trânsito (condutores com nível de álcool no sangue acima de 0,34 mg/l) e  2.570 infrações de trânsito (condutores com índice de álcool no sangue entre 0,05 e 0,33 mg/l).

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.