segunda-feira, 10 de Março de 2014 04:42h

Policiamento comunitário recebe novas viaturas em várias cidades

Recebem a van Belo Horizonte, Contagem, Ibirité, Betim, Ribeirão das Neves, Santa Luzia, Uberaba, Varginha, Governador Valadares e Montes Claros.

O Governo de Minas entregou nessa sexta-feira (7), 21 viaturas tipo Van – Base Comunitária Móvel, para os municípios de Belo Horizonte, Contagem, Ibirité, Betim, Ribeirão das Neves, Santa Luzia, Uberaba, Varginha, Governador Valadares e Montes Claros.  Os novos veículos serão destinados ao projeto Polícia para Cidadania, que tem como foco a redução dos índices de crimes de menor potencial ofensivo e a melhoria na sensação de segurança, especialmente, nas áreas com alta densidade populacional.

De acordo com o secretário de Estado de Defesa Social, Rômulo de Carvalho Ferraz, a atuação do policiamento comunitário coloca o policial militar mais próximo das comunidades. “Temos que trabalhar o conceito de polícia comunitária porque a polícia ostensiva, inclusive de todo o país, foi se afastando da convivência da comunidade, até mesmo por questões culturais. O nosso objetivo é reverter esse quadro e reaproximar o policial do cidadão. Felizmente, em Minas Gerais temos uma instituição de muita credibilidade junto à sociedade e isso é muito importante para a área da segurança”, disse.

Cada base comunitária é composta por uma motocicleta, quatro bikes patrulhas e diversos equipamentos, como rádio portátil e etilômetros - mais conhecidos como bafômetros. Para aquisição das Bases Móveis foram investidos R$ 3,1 milhões, recursos provenientes de convênio entre os governos Estadual e Federal, por meio da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp).

Os novos veículos se juntarão a outras ações integradas que o Governo de Minas vem desenvolvendo nos últimos anos na busca permanente por uma cultura de paz, com a redução de crimes e a diminuição da sensação de insegurança. “A entrega dessas viaturas potencializa as condições de prestação de serviço da Polícia Militar, sofistica nossa capacidade de resposta e, além disso, melhora a qualidade de vida das pessoas em razão da segurança que podemos proporcionar com esse modelo de policiamento”, afirmou o comandante-geral da PM, coronel Márcio Martins Sant`Ana.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.