quinta-feira, 25 de Abril de 2013 06:48h Atualizado em 25 de Abril de 2013 às 07:01h. Erik Ullysses

Praças da Catedral e do Santuário receberão novo projeto de segurança

Objetivo é que tenha um tenente responsável por manter contato com a população e com os comerciantes em cada uma delas

A Polícia Militar adotará novas medidas com o objetivo de aumentar a segurança nas principais praças da cidade. Devido ao número de delitos cada vez mais crescentes nestes locais, as praças da Catedral e a do Santuário receberão um novo projeto implantado pela PM. O projeto consiste em um maior contato entre a Polícia Militar, moradores e comerciantes da localidade.
Segundo o comandante do 23° BPM, o tenente coronel Marcelo Carlos, o projeto está a cargo do capitão Alexander e dos Militares que compõem a 53ª Cia. Ele contou que a PM adota estas medidas como forma de setorizar os pontos da cidade e que cada uma das praças contará com um tenente específico que ficará em contato direto com as pessoas que habitam as imediações. “Nós estamos buscando priorizar alguns setores, que identificamos através das nossas estatísticas, que merece uma atenção por parte da Polícia Militar. Então, a 53ª Companhia, na pessoa do capitão Alexander está desenvolvendo este trabalho nas duas principais praças da cidade, onde ocorrem grandes problemas e tem grande fluxo de pessoas e de veículos. Pra cada praça dessas terá um tenente responsável. Ele vai visitar os moradores, os comerciantes, buscar soluções conjuntas para minimizar os problemas naquelas localidades” explicou.
Os tenentes responsáveis pelas praças farão reuniões com os moradores e comerciantes para conhecer os principais problemas que cada uma das praças enfrentam. Ele ressaltou a importância do envolvimento da comunidade local para que o projeto possa dar resultados. “A mobilização é de extrema importância. A própria comunidade pode verificar uma falha na iluminação, uma poda de árvore, algum lote ou terreno que por ventura esteja precisando cercar, de capinar. Tudo isso favorece a nossa segurança pública” afirmou. O comandante disse ainda que os Militares trocarão e-mails com os moradores e comerciantes, criando assim grupos que facilitarão na comunicação da população com a PM. “Serão formados grupos dentro dos sistemas de mensagens, para poder facilitar esta comunicação, o acesso a Polícia Militar por meio de denúncias, de informações” garantiu.
Como o projeto está em fase implantação, precisa de um período de avaliação de seus resultados. Se for considerado satisfatório, o projeto poderá se estender para outras praças da cidade. Enquanto isso não ocorre, a melhor forma de afastar a criminalidade das praças, de acordo com o comandante, é a população ocupando tais locais. “É importante que a população de bem ocupe as praças para evitar que o infrator ocupe. A população de bem ocupando, acionando a Polícia Militar, rechaçando o infrator, aquele usuário de drogas ou até mesmo alguns moradores de rua que estão ali para extorquir no estacionamento, com certeza melhorará o local e a praça poderá ser novamente aquele ponto de encontro, de levar as crianças, de estar com a família em lazer e descanso” concluiu.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.