terça-feira, 25 de Março de 2014 06:57h Atualizado em 25 de Março de 2014 às 07:01h. Luiz Felipe Enes

Presos suspeitos de latrocínio a supermercado em Itaúna

Gabriela foi baleada enquanto trabalhava, mesmo não reagindo e entregando a quantia de dinheiro.

A Polícia Civil de Itaúna prendeu, no início da tarde de ontem, os dois suspeitos de terem assaltado um supermercado no bairro Padre Eustáquio em Itaúna. Um deles disparou contra a funcionária do estabelecimento que não resistiu aos ferimentos e morreu.
De acordo com a Polícia Civil, Maycon Jordan Alves Moura, de 18 anos, e Danilo Menezes de Almeida, de 30, foram encontrados em casa de vizinhos em um bairro da cidade. Com os dois foi encontrada a moto e os capacetes utilizados no momento do crime. Até o fechamento desta edição, o delegado Weslley Amaral, responsável pelas investigações, ainda ouvia o depoimento dos criminosos. Posteriormente eles serão encaminhados para a cadeia pública de Pará de Minas. De acordo com as informações iniciais, Maycon foi o responsável pelo disparo que atingiu fatalmente a adolescente.
Gabriela foi morta, na noite de sexta-feira, dentro do supermercado que trabalhava há cerca de quatro meses, no Bairro Padre Eustáquio. As imagens do circuito de segurança mostram os homens chegando de capacete e recolhendo o dinheiro. A operadora de caixa entrega as cédulas, sem reagir.  Um deles, de camisa clara, dispara antes de sair do comércio. De acordo com a Polícia Militar (PM), o tiro foi acidental e atingiu o pulmão da funcionária.
Gabriela Oliveira foi sepultada na tarde de sábado e no enterro da jovem, familiares, amigos e até mesmo quem não a conhecia, prestaram solidariedade à família da adolescente. Várias pessoas acompanharam o sepultamento de Gabriela, marcado pela comoção e pela dor. Todos estavam indignados com a forma com que ela foi morta.

 

PASSEATA PELA PAZ
A caminhada pela paz, marcada pelas redes sociais reuniu diversas pessoas na tarde desse domingo (24), no bairro Padre Eustáquio, local onde fica o supermercado em que a jovem Gabriela Oliveira foi morta. A passeata realizada pelas principais ruas de Itaúna reivindicava justiça nas investigações de crimes na cidade e o fim da violência. Uma nova passeata está prevista em Itaúna para esta quarta-feira (26).

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.