sábado, 13 de Setembro de 2014 06:47h Atualizado em 13 de Setembro de 2014 às 06:48h. Aaron Oliveira

Quadrilha comandada por ex-advogado de “Macarrão” é presa transportando 200kg de maconha

Ele estava acompanhado de mais três indivíduos, em dois veículos, que também foram presos em flagrante

A Polícia Federal deflagrou uma operação apreendendo 200kg de maconha, na MG-050, na manhã desta quinta-feira, próximo à cidade de Capitólio.  A droga seria levada para Nova Serrana, onde seria distribuída para venda. Apontado como o articulador da quadrilha está Wasley César de Vasconcelos, de 35 anos, ex-advogado de Luiz Henrique Romão, o “Macarrão”, no polêmico caso do goleiro Bruno.
Um informante que teria ligado para Polícia Federal (PF), descrevendo que o advogado estava envolvido com tráfico de drogas. O informante também mencionou que Wasley iria até São Paulo comprar as drogas e revender em Nova Serrana, Divinópolis e região.
O delegado da PF, Daniel Souza Silva, explica que as investigações começaram recentemente, há uma semana aproximadamente, logo após a receberem a ligação com a denúncia. Os investigadores começaram a acompanhar as atividades do advogado na manhã desta quarta-feira, por volta das 7h, juntamente com outros três indivíduos.

 

 

 

 

 

 

Viagem
Eles estavam em dois veículos, um Honda Corolla, preto, dirigido por Wasley acompanhado por mais um homem, e um Fiat Siena, prata, onde estavam os outros dois suspeitos. Os quatro indivíduos saíram com destino a São Paulo (SP) para a compra da droga, conforme as investigações.
A Polícia Federal, com apoio da Polícia Militar (PM), formou uma equipe de dez policiais para prender a quadrilha em flagrante. Os policiais seguiram os dois veículos até São Paulo, mas os suspeitos não pararam, atravessando o estado paulista, parando somente no Mato Grosso do Sul.
O delegado disse que apesar de parte da denúncia não ter se confirmado, a compra da droga acabou se concretizando. “A informação inicial seria de que ele compraria a droga em São Paulo, mas quando foi feito o acompanhamento da quadrilha, próximo a uma zona rural na cidade de Aparecida do Tabuado, em Mato Grosso do Sul, foi feito o carregamento da droga.”

 

 

 

 

 

Estratégia
Depois disso os criminosos pegaram o caminho de volta para Nova Serrana, onde a droga seria revendida. O delegado revela que a quadrilha agiu de forma bem organizada. Os indivíduos usavam carros de passeio para despistar a PM. Enquanto Wasley César vinha na frente “abrindo caminho” no Corolla e verificando se não haveria fiscalização na rodovia, um pouco mais atrás o Siena, vinha carregado com toda a droga.
“O advogado e um outro indivíduo conduziam o carro na frente, fazendo a função de batedor. Vendo se não havia polícia, eles iam passando essa informação ao carro atrás que vinha justamente cheio de droga”, explica Daniel Souza. Os dois carros mantinham uma distância de 10km um do outro, o da frente sempre sinalizando a qualquer movimentação suspeita em alguma barreira policial.

 

 

 

 

Prisão
A abordagem da quadrilha foi feita na MG-050, próximo à cidade de Capitólio. No momento que os quatro homens fizeram uma parada em um posto de gasolina para abastecer, os policiais chegaram e prenderam Wasley César e os outros três indivíduos em flagrante, de posse dos 200kg de maconha.
Os veículos foram apreendidos e encaminhados ao pátio credenciado, onde vão ficar à disposição da justiça, uma vez que foram utilizados no transporte de drogas, crime previsto em lei. A maconha recolhida foi encaminhada ontem para Belo Horizonte onde vai passar por perícia.
Os quatro homens foram atuados por tráfico de drogas e logo em seguida seriam encaminhados ao Presídio Floramar. Daniel Souza enaltece o sucesso da operação. “O ‘patrão’ mesmo da droga já foi preso hoje em fragrante, juntamente com pessoas que estariam ajudando no transporte.”

 

 

 

Créditos: Aaron Oliveira

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.