terça-feira, 29 de Julho de 2014 05:16h Atualizado em 29 de Julho de 2014 às 05:46h. Carina Lelles

Quadrilha é presa tentando arrombar caixa eletrônico

Os suspeitos são de Santa Catarina e tentaram arrombar o caixa eletrônico do Banco do Brasil da Rua São Paulo em Divinópolis

A ousadia dos bandidos está cada vez mais em ascendência. Geralmente as ocorrências envolvendo arrombamento de caixas eletrônicos acontecem de madrugada, mas uma quadrilha tentou arrombar os equipamentos do Banco do Brasil por volta das 20h.
A noite estava fria, chovia no momento da ação e poucas pessoas estavam na rua, mas alguém percebeu a movimentação suspeita dentro da agência localizada na Rua São Paulo e acionou a Polícia Militar.
Com a chegada dos militares, quatro homens foram surpreendidos dentro do banco e tentaram fugir. Dois foram presos na hora e outros dois conseguiram pular o muro ao lado da agência. De acordo com a Polícia Militar, um deles pegou um táxi e o motorista desconfiou do suspeito. O taxista parou o veículo ao lado de uma viatura da Polícia Militar e o indivíduo foi preso. O quarto suspeito foi preso, ainda no sábado, em uma casa.
Os quatro foram levados para a delegacia e identificados como Rogério Rosnei Rodrigues, de 44 anos, Luciano Gonçalves, de 38 anos, Vagner Przylepa, de 24 anos e Leonilson dos Santos, de 41 anos, todos naturais de Santa Catarina.
Segundo a delegada, Angelita de Oliveira, eles têm envolvimento com outros crimes e a suspeita é de que outras pessoas estejam envolvidas. Foram apreendidas ferramentas, como alavancas, marreta e maçarico, além de máscaras e um mapa.
Um cliente do banco, que estava no local, foi mantido refém. Ao perceber a ação do grupo, ele foi impedido de sair do banco. Mas o rapaz nada sofreu.
Os suspeitos foram encaminhados ao Presídio Floramar, em Divinópolis. Eles vão responder por cárcere privado, formação de quadrilha e furto qualificado.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.