quarta-feira, 13 de Abril de 2016 16:24h Atualizado em 13 de Abril de 2016 às 16:32h.

Quadrilha especializada em roubo de carga de cerveja é presa

Doze pessoas presas, além da apreensão de veículos, rádios comunicadores, binoculo, toucas, luvas, um revolver calibre 38, uma réplica de pistola, um bloqueador de sinal, um caminhão, um conjunto veicular (cavalo mecânico e carreta)

Doze pessoas presas, além da apreensão de veículos, rádios comunicadores, binoculo, toucas, luvas, um revolver calibre 38, uma réplica de pistola, um bloqueador de sinal, um caminhão, um conjunto veicular (cavalo mecânico e carreta) e a recuperação de toda a carga roubada, com o valor aproximado de R$ 80 mil. Esse foi o resultado da Operação “Conjunto”, realizada na última sexta-feira (08), pela Polícia Civil de Minas Gerais em parceria com o Ministério Público.

No decorrer das investigações, que duraram cerca de dois meses, a equipe de policiais foi comunicada de um roubo de carga de cerveja, que estava em andamento na região de Juatuba. Após um trabalho de apuração, a carga foi localizada numa fazenda, no município de Pará de Minas, no local conhecido como Mata do Cedro, onde os suspeitos realizavam a transferência da carga para outro caminhão.

 

 

 

O delegado Marcus Vinicius Lobato Leite Vieira, responsável pelas investigações, ressaltou como funcionava o esquema. "Eles receptaram a carga, foram para o sitio e descarregaram toda a cerveja e trocaram de caminhão para não serem descobertos", contou. "O proprietário do sitio já foi ouvido na delegacia e não tem nenhum indício de envolvimento com o crime. O caseiro do local é que permitiu que a troca de caminhão fosse feito no local. Ele receberia R$ 3 mil para permitir a ação", completou.

Durante a operação, foram presos Chailon Ferreira Praxedes, 26 anos, Dermeval Moura da Silva, 45, Willian Silva das Flores, 18, Pablo Montalvão, 26, Carlos Borges da Silva, 32, Carlos José da Silva, 24, Nilson Flávio Soares de Macedo, 40, John Costa dos Santos, 26, Leandro Oliveira Farias, 22, Euder de Souza Rodrigues, 38, Bruno Renato Ferreira do Carmo, 32 e Jorge Santos da Silva, 50. Quatro integrantes da quadrilha, que já foram identificados, e estão foragidos.

 

 

 

O delegado Ramon Sandoli, que acompanhou o caso, explicou como eles agiam para não serem rastreados e localizados. "Eles usavam um bloqueador de sinal, conhecido como ‘Jammer’, que bloqueava várias ondas de comunicação, evitando a localização do caminhão e todas as paradas que eles possivelmente fariam", contou.

As investigações continuam no intuito de localizar esses suspeitos e descobrir mais vitimas dessa quadrilha. Os presos são residentes nos municípios de Contagem e Betim.

 

 



Créditos: PCMG

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.