quinta-feira, 7 de Abril de 2016 11:04h

Quatro pessoas foram vítimas de tentativa de homicídio e um homem foi assassinado

Entre as vítimas estão mãe e filho, que foram esfaqueados pelo ex-namorado dela

Três ocorrências de crimes contra a vida foram registradas pela Polícia Militar de Nova Serrana na noite desta quarta-feira e na madrugada de ontem. Dois jovens foram baleados, mãe e filho foram esfaqueados e um homem foi morto.
De acordo com a Polícia Militar, o primeiro crime foi por volta das 21h, no bairro Romeu Duarte. Guilherme Medeiros dos Santos e Gustavo Pereira Ramalho, ambos de 19 anos, estavam em uma motocicleta transitando pela Rua Geraldo Pinto do Amaral, quando foram abordados por dois suspeitos, também ocupando uma motocicleta.
As vítimas contaram aos militares que o passageiro sacou uma arma e atirou contra os jovens e fugiu com o comparsa logo em seguida. Gustavo, que não possui passagens criminais, foi atingido por dois tiros, que acertaram o rosto e o peito. Guilherme, que possui passagens por infração de trânsito, foi atingido no ombro.
Eles foram socorridos e encaminhados para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), onde permanecem em observação, mas não correm risco de morrer. Até o fechamento desta edição, os suspeitos não foram identificados e nem localizados.

 

 

 

Mãe e filho
Mãe e filho foram esfaqueados no bairro Cidade Nova. De acordo com a Polícia Militar, a mulher, de 36 anos, estava em casa, dormindo, quando foi surpreendida pelo ex-namorado, que pulou a janela da cozinha e invadiu a casa.
Armado com uma faca, o suspeito afirmou que ia matar a vítima e partiu pra cima dela, quando o filho, de 15 anos, entrou na frente para proteger a mãe. O suspeito desferiu um golpe no tórax do adolescente e, novamente, foi para cima da mulher e desferiu golpes, que atingiram o pescoço, dorso e cintura.
O suspeito fugiu logo em seguida e não foi localizado até o fechamento desta edição. Mãe e filho foram socorridos e encaminhados para a UPA. A unidade de saúde não informou o estado de saúde das vítimas.

 

 

Morte
Já durante a madrugada, a Polícia Militar registrou um homicídio no bairro Planalto. Segundo informações, os militares chegaram ao local, após denúncias, e já encontraram Max Muller Liduário, de 34 anos, sem vida. A perícia técnica compareceu ao local, constatando que a vítima recebeu diversos golpes de faca no pescoço, dorso e cabeça.
De acordo com familiares, Max já estava sendo ameaçado de morte e, em fevereiro deste ano, foi alvo de tentativa de homicídio por estar devendo traficantes. Logo após o crime, a vítima foi internada em uma clínica de reabilitação e deixou a unidade nesta terça-feira e, horas depois, foi assassinado. Os familiares não possuem suspeitos de quem possa ter cometido o crime e a Polícia Militar segue rastreamento.

 


Créditos: Gazeta de Nova Serrana

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.