quarta-feira, 13 de Janeiro de 2016 09:04h

Quatro pessoas são baleadas no Porto Velho em um prazo de 12 horas

A segunda-feira foi violenta no bairro Porto Velho, em Divinópolis. Quatro pessoas foram baleadas em um prazo de 12 horas

Uma delas está em estado grave e pode ficar paraplégica. Ainda não há suspeitos dos crimes e se eles têm ligação.
O primeiro crime foi registrado no final da manhã. Funcionários da Ferrovia Centro Atlântica (FCA) encontraram Edmilson Ferreira Luz, de 46 anos, caído próximo à linha férrea. O corpo de Bombeiros e a Polícia Militar foram acionados e o homem levado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA).
De acordo com a assessoria de comunicação da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), a vítima sofreu perfuração no pulmão e teve traumatismo craniano e aguarda por uma vaga em algum hospital da cidade ou da região. A vítima possui passagens por furto e envolvimento com uso de drogas. A motivação e a autoria do crime serão investigadas pela Polícia Civil.
O segundo crime ocorreu por volta das 20h30, próximo ao campo do Guarani. Michel Alves Fernandes, de 20 anos, disse aos militares que saiu de casa e caminhava rumo a um bar, quando percebeu que uma pessoa se aproximou e efetuou diversos disparos contra ele.
A vítima, que possui passagens por roubo e uso de drogas, foi atingida na mão e de raspão no tórax. Ela procurou sozinha a Unidade de Pronto Atendimento onde, segundo a assessoria de comunicação da Semusa, após receber atendimento médico pediu para ser liberado. Ele assinou um termo de responsabilidade e deixou a unidade de saúde. Ainda não há suspeitos e nem a motivação do crime.
Cerca de duas horas depois, houveram mais duas pessoas feridas a tiros no bairro, desta vez em uma localização conhecida como “Buraco Quente”. De acordo com a Polícia Militar, um homem e um jovem foram baleados e lavados para a UPA.
Segundo a assessoria de comunicação da Semusa, Jorge Luiz Ribeiro, de 33 anos, foi atingido nas costas e um dos projéteis atingiu a coluna cervical. A vítima, que possui passagem por tráfico de drogas, até o final da manhã de ontem, permanecia na UPA, aguardando vaga para uma cirurgia neurológica e vaga no Centro de Tratamento Intensivo (CTI) de algum hospital da cidade ou da região.
A outra vítima baleada foi Daniel Pablo Teles Lopes, de 18 anos. De acordo com a assessoria da Semusa, ele foi atingido no abdômen e transferido para o Hospital São João de Deus. A assessoria do hospital informou que a vítima, que possui passagens por uso de drogas, foi submetida a uma cirurgia para a retirada do projétil e já está no quarto. O quadro clínico é estável. Nenhum suspeito foi localizado.

 

Créditos: Divulgação WhatsApp

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.