quinta-feira, 27 de Agosto de 2015 10:27h Atualizado em 27 de Agosto de 2015 às 10:32h. Carina Lelles

Quatro são apreendidos, suspeitos de matar criança em Nova Serrana

Durante a noite, outro homicídio foi registrado na cidade, e a vítima foi um adolescente, de 16 anos

Nova Serrana registrou dois homicídios dentro de poucas horas. Uma criança, de 12 anos, foi encontrada morta em um pasto na zona rural na tarde desta terça-feira. À noite, um adolescente, de 16 anos, foi assassinado a tiros no bairro Maria José do Amaral. No primeiro caso, três adolescentes e uma criança foram apreendidos, suspeitos do crime.
Estão apreendidos na delegacia de Nova Serrana três adolescentes, ambos de 17 anos, e uma criança, de 12 anos, suspeitos de terem matado João Gabriel Cardoso Machado, de 12 anos. Um dos suspeitos confessou o crime e contou como tudo aconteceu.
De acordo com o Delegado, Felipe Freitas, um dos adolescentes apreendidos contou que os infratores e a vítima faziam parte de uma pequena gangue na cidade, que vendia drogas. O suspeito disse ao delegado que João Gabriel sumiu com parte da droga que deveria ser vendida.
Os quatro suspeitos chamaram a vítima em casa e a levaram para o pasto, onde, segundo o delegado, questionaram sobre a droga ou o dinheiro. Como não conseguiriam receber nem o entorpecente, nem o dinheiro, os suspeitos “resolveram” matar a vítima.
João Gabriel foi morto a pedradas e os suspeitos atearam fogo no corpo da vítima para tentar apagar os vestígios do crime. Eles ficarão na delegacia por cinco dias, até que saia uma vaga em algum Centro Socieducativo na região. Os quatro foram apreendidos ainda na terça-feira, no bairro Cidade Nova, e durante a ação, o suspeito mais novo ameaçou e proferiu ofensas contra os policiais civis.
De acordo com a Polícia Militar, que atendeu a ocorrência, os militares foram acionados por um caseiro, de 45 anos, que estava apagando um fogo que estava propagando pelo pasto da fazenda onde trabalha, quando encontrou o corpo de João Gabriel.
No local, os militares encontraram o corpo da vítima parcialmente queimado e acionaram a perícia da Polícia Civil. Durante os trabalhos, não foi possível verificar a causa da morte devido às queimaduras. O corpo foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) de Nova Serrana.
A vítima estava desaparecida desde segunda-feira e a mãe do garoto sentiu-se mal ao reconhecer o corpo do filho e teve que ser amparada por familiares. João Gabriel foi enterrado no fim da tarde de ontem.

Tiros
No fim da noite de terça-feira, Elias Pereira Rosa, de 16 anos, foi morto a tiros na Rua Guilherme Gontijo Silva, no bairro Maria José do Amaral. Os militares chegaram ao local após denúncia anônima e encontraram o corpo com marcas de tiros.
O resgate do Corpo de Bombeiros chegou a ser acionado, mas a vítima já estava sem vida. A perícia técnica da Polícia Civil foi acionada e constatou que a vítima apresentava ferimentos de tiros na cabeça.
O corpo foi levado para o IML da cidade e ainda não se sabe a autoria e motivação do crime. A vítima não possuía passagens pela Polícia.

 

Créditos: Reprodução

Leia Também

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.