terça-feira, 21 de Outubro de 2014 04:27h Pollyanna Martins

Ronda

Homem é preso com 33 pedras de crack
Um jovem de 26 anos foi preso nesse domingo, no bairro Vila Cruzeiro, em Divinópolis. Conforme a Polícia Militar após uma denúncia anônima, uma viatura foi encaminhada para a casa de W.D.D.S e, durante uma busca na residência, os policiais encontraram uma balança de precisão, R$ 300 em dinheiro, uma bucha de tamanho considerável de maconha, duas buchas de maconha,  33 pedras de crack  e sacos plásticos utilizados para embalagem de drogas. O suspeito foi preso e encaminhado para a Delegacia de Polícia, junto com o material apreendido.
 

 

 

Morre após ser atingido por bala perdida
Um jovem de 20 anos morreu nesse sábado após ser atingido por uma bala perdida, na Praça do Povoado Corumba, em Cláudio. De acordo com a Polícia Militar, um adolescente estava brincando com uma arma próximo ao local quando o revólver disparou. O tiro atingiu Paulo Sérgio Melo na cabeça, que chegou a ser socorrido na Santa Casa da cidade, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. O suspeito já foi identificado, mas ainda não foi preso.

 

 

Comerciante não reage a assalto e é baleado
Um comerciante de 52 anos foi baleado na mão esquerda e de raspão no ombro esquerdo, durante um assalto em seu estabelecimento, no antigo Posto Sônia, às margens da BR-262, no bairro Serra Verde, em Pará de Minas. Segundo a Polícia Militar, dois indivíduos chegaram ao bar e anunciaram o assalto. Um deles estava armado e atirou contra o comerciante, quando o mesmo ia se deitar no chão, junto com outros clientes. A vítima foi socorrida por uma unidade do Corpo de Bombeiros e encaminhada ao hospital Nossa Senhora da Conceição. Os bandidos fugiram imediatamente após os disparos. Testemunhas relataram aos policiais que um dos assaltantes, usava uma touca de ninja durante o crime. Nenhum suspeito foi preso e a PM segue com o rastreamento.

 

 

Homem é esfaqueado em bar em Pará de Minas
Um homem de 49 anos foi esfaqueado em um bar, nesse sábado, em Pará de Minas. Segundo a Polícia Militar, testemunhas relataram que três indivíduos começaram a brigar do lado de fora, quando a vítima entrou correndo para dentro do estabelecimento e foi seguida por dois indivíduos, um com um facão e outro com uma faca. Dentro do bar um dos indivíduos efetuou golpes com a faca na cabeça da vítima.
Um homem que estava no bar sacou uma arma da cintura e deu um tiro para o alto. Ele disse que era policial e saiu do bar apontando a arma para um dos indivíduos. A vítima foi socorrida por populares até o hospital Nossa Senhora da Conceição, onde o médico de plantão constatou traumatismo craniano grave e afundamento de crânio, sendo este encaminhado para o Hospital João XXIII em Belo Horizonte. Ainda segundo os policiais, a vítima trabalhava nas imediações do bar tomando conta de carros.

 

 

Rouba motel e abusa sexualmente das clientes
Um jovem de 19 anos foi preso na noite desse sábado, em Nova Serrana. Segundo a Polícia Militar, ele assaltou um motel e abusou de algumas mulheres que estavam no local. Funcionários do estabelecimento relataram aos policiais que o suspeito chegou armado com uma faca e anunciou o assalto. O rapaz exigiu que os trabalhadores abrissem as portas dos quartos.
Ele roubou, ameaçou e abusou sexualmente dos clientes do motel e fugiu posteriormente, levando os pertences pessoais das vítimas. Os policiais reconheceram o suspeito através do sistema de monitoramento, pois ele possui passagens pela polícia. O homem é também ex-funcionário do motel e conhecia os funcionários e o estabelecimento, fato que o ajudou a realizar o assalto. Os policiais foram até a casa do criminoso e encontraram com ele as chaves do motel, um pendrive e a faca usada no crime.
Ainda de acordo com a PM, a maioria dos clientes do motel deixou o local antes da chegada do policiais, o que impossibilitou o levantamento do que mais possa ter sido roubado. O assaltante foi preso em flagrante e levado para a delegacia.

Leia Também

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.