quinta-feira, 18 de Junho de 2015 11:21h Atualizado em 18 de Junho de 2015 às 11:23h.

Ronda

Ladrão é preso após assalto com comparsa

Um homem foi abordado por dois indivíduos pedindo dinheiro, em Oliveira, e, ao retirar o dinheiro da carteira para passar para os dois, a dupla anunciou o assalto e usando de violência física levaram R$ 120 da vítima.
Os policiais militares foram acionados e viram a dupla próxima a antiga cadeia da cidade. Os dois fugiram, mas um deles, de 18 anos, foi preso. Com ele, os policiais encontraram R$ 100 e o comparsa, um adolescente, de 16 anos, conseguiu fugir.

 

Quatro assaltos com ação semelhante são registrados em Nova Serrana
Três vendedoras e uma adolescente foram assaltadas em Nova Serrana. Os crimes aconteceram nos bairros Vila Operária, Bela Vista, Romeu Duarte e São Cristóvão. Nas quatro ações, os bandidos usaram a mesma tática e os crimes podem ter sido praticados pela mesma pessoa.
De acordo com a Polícia Militar (PM), uma jovem, de 21 anos, foi abordada por um indivíduo dentro do estabelecimento em que trabalha no bairro Vila Operária, e, com a mão por debaixo da camisa, simulando estar armado, anunciou o assalto. A vítima foi trancada no banheiro e o bandido fugiu levando todo o dinheiro do caixa.
Já no outro estabelecimento roubado, no bairro Bela Vista, a vítima, de 26 anos, foi abordada e, com a mesma ação do anterior, com a mão por debaixo da blusa, simulando estar armado, anunciou o assalto, roubando o do caixa, fugindo logo em seguida.
No bairro Romeu Duarte, a funcionária, de 24 anos, foi abordada pelo suspeito que, também simulando estar armado, ordenou que ela abaixasse atrás do balcão da loja de celulares, anunciando o assalto. Foram roubados oito celulares, um tablete e dinheiro.
Nos três casos acima, o bandido fugiu em uma motocicleta na companhia de um comparsa.
No bairro São Cristóvão, uma adolescente, de 15 anos, estava a caminho da escola quando foi abordada por dois indivíduos ocupando uma motocicleta e o passageiro, com a mão por debaixo da blusa, simulando estar armado, anunciou o assalto e roubou o celular.
Nenhum suspeito foi preso.

 

Bandido usa nome da PM para aplicar golpe
Policiais militares compareceram a uma farmácia, localizada na Rua Coronel José Luís Gonçalves Sobrinho, no bairro Nossa Senhora de Fátima, onde a funcionária, de 33 anos, relatou que recebeu um telefonema na qual o interlocutor se identificou como policial militar e solicitou que os medicamentos Omeprazol e Dipirona fossem entregues no Quartel da PM.
Posteriormente, o homem ligou novamente, pedindo que fossem efetuadas três recargas de celular, no valor de R$ 100 cada. Quando os medicamentos foram entregues no Quartel, o entregador foi informado que ninguém os havia solicitado, porém as recargas já haviam sido efetuadas.

 

Crédito: Divulgação PM

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.