terça-feira, 14 de Abril de 2015 10:34h Carina Lelles

Segurança de bar é baleado após ameaça de cliente

Em Itaúna, dois homicídios foram registrados em duas horas. Em Bom Despacho, um homem foi morto com vários disparos feitos de armas de calibres diferentes

Na noite deste domingo, um homem de 28 anos, segurança de um bar localizado no bairro Padre Libério, em Divinópolis, foi baleado. Antes da tentativa de homicídio, o segurança retirou do local um jovem que o ameaçou. Horas depois, outro jovem foi até o local e fez os disparos.
De acordo com a Polícia Militar, testemunhas disseram que Matheus Fernandes Vieira, de 22 anos, tentou sair do local utilizando uma comanda que não era do bar. O segurança, Geraldo Everton Faria Nogueira, retirou o jovem do local. O rapaz saiu ameaçando-o de morte.
Minutos depois da confusão, um indivíduo, que cobria o rosto com o capuz do moletom, chegou ao bar, aproximou-se do segurança e efetuou um disparo de arma de fogo, que atingiu o pescoço da vítima. Logo após o disparo, o suspeito, identificado pela Polícia Militar como Gustavo Henrique de Oliveira, de 19 anos, fugiu em uma caminhonete Strada e estaria escondido em um sítio na zona rural de Carmo do Cajuru, não sendo mais localizado.
O autor das ameaças ao segurança, de acordo com a Polícia Militar, possui uma caminhonete com as mesmas características da que foi utilizada na fuga do suspeito. Matheus foi localizado pelos policiais e confessou que conhece Gustavo. Dentro do carro, os policiais localizaram um tablete de maconha.
Matheus, que é suspeito de ser o mandante do crime, foi preso e encaminhado para a delegacia, juntamente com o material apreendido. Ele poderá responder por lesão corporal e ameaça. O segurança está internado na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e o estado de saúde é estável.

 

Itaúna
Em Itaúna, a sexta-feira foi marcada pela violência. Dois jovens foram assassinados, um deles foi decapitado.
De acordo com informações da Polícia Militar, por volta das 20h, populares acionaram os policiais informando que em uma estrada vicinal do Povoado de Arruadas, zona rural da cidade, havia um homem morto.
Ao chegar ao local, os policiais encontraram Lucian Aguiar, de 26 anos, morto e com a cabeça cortada. Próximo ao corpo foi encontrada uma foice, que segundo análise criminal foi usada para cometer o crime. O automóvel da vítima estava no local, bem como todos os pertences pessoais, afastando assim a hipótese de latrocínio.
De acordo com informações, Luciano era gerente de uma rede de postos de combustíveis e o crime pode ter sido motivado por vingança, já que ele demitiu alguns trabalhadores flagrados roubando o estabelecimento, mas o fato não foi confirmado ainda pela Polícia Civil, que investiga o caso. Nenhum suspeito foi preso.
Pouco depois das 21h, a Polícia Militar recebeu outro chamado relacionado a crime contra a vida. Desta vez, no bairro Morada Nova, onde populares disseram que havia um jovem baleado na Rua Heli Loureiro.
No local os policiais militares encontraram a vítima identificada apenas como Leandro, de 19 anos, baleado e já sem vida. Após os trabalhos periciais, o perito criminal relatou que o jovem sofreu cinco perfurações, aparentemente provocadas por arma de fogo, calibre 38, sendo uma no tórax, duas no lado esquerdo da cabeça e duas no braço esquerdo.
No local os policiais apuraram que a vítima encontrava-se sentada quando chegaram quatro indivíduos próximo a ele, efetuaram disparos de arma de fogo e fugiram logo em seguida. Nenhum suspeito foi localizado.

 

Bom Despacho
Em Bom Despacho, um homem de 27 anos foi morto a tiros no bairro São Vicente, na madrugada de sábado. De acordo com a Polícia Militar, populares acionaram os policiais e contaram que a vítima estava ferida e caída no chão.
No local os policiais constataram que o homem estava morto e acionaram a perícia da Polícia Civil, que constatou que a vítima foi morta por tiros de calibres diferentes, sendo uma calibre 12 e a outra um revólver ou pistola.
A vítima apresentava dilaceração no braço direito e uma perfuração no mesmo braço, algumas perfurações no tórax do lado direito, aparentemente causadas por disparo de calibre 12, uma perfuração no tórax do lado esquerdo e uma na parte da frente da cabeça, provavelmente provocadas por revólver ou pistola.
Uma testemunha informou aos policiais que se encontrava com a vítima em um bar e, em determinado momento, a vítima recebeu uma ligação telefônica e pediu que a testemunha a levasse até o cruzamento das ruas Bambuí e Perdigão, deixando o local em seguida. A vítima possui várias passagens por crimes, inclusive por tráfico de drogas.
No caminho entre o bar e o corpo da vítima foi localizado um invólucro plástico contendo cocaína. No bolso da vítima foi encontrado um celular que foi apreendido e encaminhado à delegacia, juntamente com a droga apreendida.

Pará de Minas
Na tarde deste domingo, um homem de 28 anos estava sentando em um bar na Alameda das Roseiras, bairro Serra Verde, em Pará de Minas, quando chegou um indivíduo de 39 anos e passou a questioná-lo sobre o paradeiro de seu irmão e, antes mesmo de obter a resposta, ele sacou da cintura um revólver e o apontou contra o peito do rapaz.
A vítima disse que o suspeito puxou o gatilho, mas ela teve tempo de correr. O projétil atingiu o estabelecimento e foi recolhido pela perícia da Polícia Civil. Antes de fugir, o agressor fez um segundo disparo para o alto.
A Polícia Militar localizou e prendeu o homem em flagrante. Ele foi reconhecido pela vítima e por outras pessoas, mas estava sem a arma de fogo. Ele foi encaminhado para a delegacia.

 

 

Crédito: Divulgação

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.