sexta-feira, 16 de Setembro de 2011 11:16h Paulo Reis

Settrans realiza pela 2ª vez Operação Trânsito Seguro

Agentes e policiais militares trabalham juntos para melhorar trânsito de uma das principais avenidas divinopolitanas

Começou na última segunda feira (12) mais uma operação Trânsito Seguro, realizada pela secretaria de Trânsito e Transportes de Divinópolis (Settrans). O objetivo é conscientizar motoristas e levantar dados para melhorar o fluxo de veículos que trafegam naquela região. Um dos bairros mais prejudicados atualmente é o Niterói. Os moradores têm sofrido com a dificuldade de transitar pelas ruas.


Esta 2ª edição não tem atitudes repressivas como característica, os motoristas que passarem pela Magalhães Pinto podem ficar tranquilos, pois desta vez não haverá punições, as tão temidas multas estão temporariamente afastadas.


O trabalho é desenvolvido em parceria com a Polícia Militar, cerca de 16 agentes de trânsito tem revezado entre os 4 turnos nos quais está divido esta operação. Ao todo são levantados dados do fluxo das 24h naquela área, e não só de veículos da cidade como também daqueles que passam pelo município. Até o momento duas fases desta operação foram realizadas, a última começou hoje pela manhã (16) e termina na manhã de sábado (17).  Somente na primeira fase foram registradas 469 entradas de veículos na cidade e saíram cerca de 485 veículos de carga pesada , registros feitos da manhã da última segunda-feira (12) até a manhã da terça-feira (13) passada.


“A operação vai muito mais além de uma contagem, com tudo isto queremos na verdade acabar com o problema, que também não mascaramos existir. A maioria dos projetos de trânsito são concebidos a partir de um tripé que corresponde em equilibrar engenharia, educação e fiscalização. Além disso esperamos minimizar o impacto social que o atual fluxo provoca ali e ainda trabalhar com a visão da Mobilidade Sustentável”, reforçou o coordenador de Educação e Fiscalização de Trânsito, Gerson Luiz de Freitas.    

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.