sábado, 30 de Abril de 2016 08:19h Carina Lelles

Suspeito de homicídio em Divinópolis teve o irmão assassinado em Pará de Minas

Os crimes podem ter ligação e estarem relacionados a gangues rivais. Os delegados das duas cidades trabalham em parceria

O principal suspeito de ter matado, na tarde de quinta-feira, um adolescente, de 16 anos, no bairro Paraíso, em Divinópolis, teve o irmão assassinado, na manhã do mesmo dia, em Pará de Minas. A vítima morta na cidade vizinha havia acabado de deixar o presídio Pio Canedo, onde cumpria pena por tráfico de drogas.

 

 


Maycon Souza Silva, de 28 anos, deixou o presídio Pio Canedo, em Pará de Minas, por volta das 7h da manhã. Três horas depois, enquanto caminhava na calçada do Parque de Exposições da cidade, foi morto a tiros.

 


De acordo com a Polícia Militar de Pará de Minas, testemunhas contaram que Maycon estava na companhia de outra pessoa, quando um carro parou, o passageiro desceu e disparou várias vezes contra ele. Sete tiros acertaram, principalmente, a cabeça da vítima, que morreu no local.
De acordo com o delegado responsável pelo caso, Francis Guerra, câmeras de vigilância flagraram a ação dos criminosos e, pelas imagens, deu para ver que os disparos foram feitos também pelo motorista. Cerca de 10 cápsulas calibre 380 foram encontradas no local. As imagens deverão ajudar na identificação dos suspeitos.

 

 


O delegado ainda destaca que a vítima estava cumprindo pena por tráfico de drogas e que os crimes praticados por ela aconteceram em Divinópolis, além disso, Maycon tinha passagens por latrocínio, roubo e posse ilegal de arma de fogo.

 

 

 

Divinópolis
Horas depois, no início da tarde de quinta-feira, Ugladston Frances Teixeira Silva, de 16 anos, foi morto a tiros em um matagal no bairro Paraíso. A perícia técnica foi acionada e constatou seis perfurações de arma de fogo na cabeça, braço e perna.
Testemunhas contaram aos militares que William de Souza Silva, conhecido como “Linguiça”, teria feito ameaças ao adolescente e é o principal suspeito do crime. O suspeito é irmão de Maycon, que havia sido assassinado horas antes em Pará de Minas.

 


A reportagem entrou em contato com o delegado de Pará de Minas, Francis Guerra, que informou que trabalha em conjunto com o delegado de homicídios de Divinópolis, Dr. Marcos Henrique Montalverne.
Francis disse que não há como afirmar que os casos estejam relacionados, mas há possibilidade de os crimes serem acertos de contas entre gangues rivais. O delegado Marcos Henrique também trabalha com esta hipótese, mas não pode dar mais detalhes, para não atrapalhar as investigações.

 

 

Créditos: Divulgação WhatsApp/Carina Lelles

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.