terça-feira, 24 de Setembro de 2013 06:28h Luiz Felipe Enes

Suspeito de tentar matar a ex-namorada continua foragido

A jovem permanece internada no CTI do Hospital São João de Deus

Daniel Otaviano, de 35 anos, continua foragido após a tentativa de homicídio ocorrida na tarde da última sexta-feira (20), contra uma jovem no centro de Divinópolis.
Segundo a Polícia Civil, foram feitas buscas na residência do suspeito e contato com familiares, porém, ninguém sabe o paradeiro do homem. Daniel tentou matar a ex-namorada a tiros enquanto ela trabalhava em uma padaria.

 


Um dia antes de tentar matar Franciele Aparecida de Oliveira, de 18 anos, Daniel havia ligado para a mãe da moça premeditando que a mataria “Prepare o caixão da sua filha porque o meu já está pronto”, disse o suspeito a ex-sogra.

 


A vítima permanece internada no CTI do Hospital São João de Deus. Segundo a assessoria de comunicação da unidade de saúde, o quadro é estável. Ainda de acordo com o hospital, a pedido da família, novas informações sobre seu quadro clínico não serão divulgados.
A Policia Civil orienta caso qualquer pessoa veja o suspeito, Daniel Otaviano, que entre em contato com os órgão de segurança, através dos números 181 (Disque Denúncia), 190 (Polícia Militar) ou 197 (Polícia Civil).


INVESTIGAÇÕES

 


As investigações referentes à morte de Rosânia de Aguiar Costa, encontrada morta em casa na quinta-feira passada (19), no bairro São Geraldo, em Divinópolis, ainda não apontaram um suspeito para o crime. A Polícia Civil prossegue nas apurações, mas não descarta que quem cometeu o assassinato seria alguém próximo, até mesmo pela posição em que a vítima foi encontrada.

 


O corpo foi necropsiado e constatado um corte iniciado no antebraço até o pescoço. Quem encontrou o corpo foi o ex-amásio, de 63 anos, pai de duas crianças fruto do relacionamento. Alguns questionamentos ainda são contraditórios quanto à cena do crime, pois segundo informações preliminares a vítima não aparentava ter reagido.
O carro do ex-companheiro ainda não foi periciado, para obter novas constatações e estipular esclarecimentos quanto à morte da mulher. Ninguém foi preso até o momento.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.