sábado, 8 de Fevereiro de 2014 04:01h Luiz Felipe Enes

Suspeitos de assalto fogem da polícia, batem em barranco e carro cai dentro de rio

O trio tentou fugir, mas foi levado à delegacia; dentro do veiculo foram encontrados um celular, touca ninja e uma camisa

O carro que havia sido roubado na noite de quinta-feira (6), caiu no rio Itapecerica, próximo ao Campo do Guarani na manhã de ontem. O veículo era ocupado por três indivíduos, sendo dois deles adolescentes. Todos eles suspeitos de terem assaltado à mão armada o proprietário do veículo que estava em posto de combustíveis.
Segundo informações da Polícia Militar, os suspeitos roubaram o veículo em posto de combustíveis às margens da MG-050, sentido a Formiga. Os três jovens agrediram o dono do carro com uma coronhada na cabeça e logo em seguida fugiram. Na manhã dessa sexta-feira (7), ao ver uma viatura no bairro Porto Velho, os suspeitos tentaram escapar sentido ao campo do Guarani.
Na fuga desastrosa, o condutor do carro entrou em uma rua estreita, geralmente utilizada por pessoas que caminham a pé. O trio só não esperava bater em um barranco e cair dentro do rio. Dois deles foram presos logo após a perseguição, o terceiro envolvido fugiu nadando, mas do outro lado foi barrado por policiais militares que acompanhavam a operação. 
As denúncias feitas pela população levaram à prisão de um homem e outros dois menores foram apreendidos. Eles foram levados à delegacia de Polícia Civil, para a vítima fazer o reconhecimento dos jovens. Ainda segundo a Polícia Militar, um dos suspeitos teria confirmado participação no roubo.

REMOÇÃO DO CARRO
Para retirar o veículo da água, Militares do Corpo de Bombeiros e um guincho estiveram no local. Com o auxílio de um barco e cabos de aço, os Bombeiros fixaram o equipamento ao carro enquanto o guincho puxava o automóvel. Segundo os Militares, a profundidade do rio naquele ponto gira em torno de quatro a cinco metros.
Após o carro ser removido da água, Policiais Militares fizeram buscas no interior do veículo e localizaram uma carteira, uma blusa, um telefone celular e controle de alarme do veículo.
Conforme a Polícia Militar, na casa de um dos jovens, dez munições de calibre 38 foram apreendidas. A possível arma utilizada no assalto não foi encontrada.
“Só tivemos êxito na recuperação do veículo e prisão dos envolvidos, pela participação da comunidade, que viu toda a movimentação incomum do veículo nas redondezas aqui do campo do Guarani e logo acionaram logo a Polícia Militar”, reconhece Silvano Lopes, sargento da Polícia Militar.
 

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.