quinta-feira, 26 de Setembro de 2013 06:55h Luiz Felipe Enes

Suspeitos de entregar drogas e celulares em presídio são detidos

Após intervenção da Secretaria Estadual de Defesa Social, agentes do Sistema Prisional e da Polícia Militar encontraram duas pessoas suspeitas de repassar drogas e celulares para os detentos no presídio de Oliveira.

Após intervenção da Secretaria Estadual de Defesa Social, agentes do Sistema Prisional e da Polícia Militar encontraram duas pessoas suspeitas de repassar drogas e celulares para os detentos no presídio de Oliveira.

 


Segundo informações da Secretaria de Defesa Social, um jovem de 19 anos e um adolescente de 17 anos, foram detidos ontem na cidade. Eles são tidos como principais suspeitos e recebiam até R$ 500,00 por cada entrega. A direção do presídio e alguns investigadores demoraram cerca de dois meses para concluir as análises.

 


Os objetos localizados várias vezes, como drogas, celulares, carregadores entre outros, eram jogados no pátio durante a noite, e os detentos, por meio de alguns improvisos, puxavam os embrulhos para dentro das celas. Essa tática e chamada de “pescaria”. Esses produtos foram encontrados em diversas situações.
O presídio Doutor Nelson Pires, atualmente possui capacidade para atender a 116 detentos, todavia, hoje comporta a 260 presos. A direção do presídio, em nota, divulgou que deve intensificar as ações para coibir a entrada de materiais ilícitos. As operações internas também estão freqüentes, justamente para evitar que o caso ocorra novamente.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.