sexta-feira, 4 de Novembro de 2011 20:47h Atualizado em 7 de Novembro de 2011 às 09:47h. Dácio Fernandes

Suspeitos de homicidios sao presos

Denúncias anônimas indicam que homens podem ter participado do homicídio do Primavera e do comerciante Emerson Bomba

Homem efetua disparo de arma em rua de bairro e é pego por policiais

O suspeito teve ajuda de comparsa para fugir

Um homem foi preso no início da tarde desta sexta-feira (04) próximo a um posto de combustíveis, de uma das saídas da cidade. O suspeito já estava sendo perseguido há algumas horas pela Polícia Militar, que por meio de uma denúncia anônima, chegou até Renato Santos de 19 anos.


Renato é acusado de ter ajudado Alexandre Souza de 36 anos a fugir após ter efetuado um disparo de arma de fogo em uma das ruas do bairro Grajaú, segundo denúncia da esposa de 35 anos que relatou também estar cansada do marido ameaçá-la e praticar atos ilícitos, principalmente na frente das filhas.


Ainda de acordo com a esposa de Alexandre, ele estaria embriagado e antes dos tiros na rua, ele teria quebrado uma jarra dentro de casa e que se não fosse a mãe ela estaria morta. Alexandre já é conhecido no meio policial por tráfico de drogas, receptação, roubo, assalto.


Ao ser encontrado no posto de combustível, Renato já não estava mais com Alexandre que permaneceu foragido no próprio bairro. Após este episódio diversas viaturas da Polícia Militar, junto aos cães da PM efetuaram buscas por aquela região. Na casa de Alexandre os oficiais encontraram sacos plásticos para comercialização de droga, uma faca, rádios HT’s sintonizados na frequência da Polícia e um binóculo com o qual ele observava o movimento das redondezas.


O foragido Alexandre foi encontrado e assumiu ter efetuado os tiros com uma arma calibre 12, a qual não foi encontrada com o infrator.
 

As investigações da Polícia, algumas por meio de denúncia anônima, indicam Alexandre como participante do homicídio de Hudson Militão realizado na manhã da último terça-feira (01) no bairro Primavera. Já Renato, o comparsa poderia estar envolvido na morte de Emerson Bomba, crime ocorrido no bairro Planalto no mês passado.
Os presos foram encaminhados para a Polícia Civil que investigará as suspeitas levantadas pelas denúncias.

   

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.