quinta-feira, 5 de Fevereiro de 2015 11:21h Atualizado em 5 de Fevereiro de 2015 às 11:22h.

Suspeitos de incêndio a ônibus em Formiga são identificados

Menos de 24 horas depois do incêndio em um ônibus em Formiga as polícias Civil e Militar apresentaram os suspeitos de terem cometido o crime. Nove pessoas foram detidas, sendo que oito são adolescentes

A informação foi passada pelas polícias Civil e Militar durante uma coletiva de imprensa realizada no início da noite desta terça-feira. De acordo com os agentes de segurança, os suspeitos estavam em uma festa, fizeram uso de drogas e sem motivo aparente resolveram comprar álcool em um posto de combustíveis e atear fogo no ônibus.
Poucas horas depois do crime as polícias iniciaram rastreamento e chegaram a um jovem de 18 anos, morador do bairro Rosa Mística, local onde ocorreu o incêndio. O suspeito disse aos policiais militares que os envolvidos no incêndio do ônibus eram conhecidos no meio policial e a maioria deles era menor de idade.
Ainda de acordo com as polícias, no momento da prisão do jovem começou um foguetório no bairro com a intenção de denunciar a presença da polícia no local. Os policiais militares perceberam que a ação partia da residência de um adolescente de 17 anos e foram para o local.
O menor tentou fugir, mas foi pego. Ele assumiu para os policiais ter participado do incêndio e confessou que uma das armas utilizadas estava embaixo da cama dele. Uma espingarda de pressão foi recolhida. Daí por diante os policiais chegaram aos outros suspeitos e apreenderam mais uma arma de pressão e drogas.
Os menores ficarão detidos por cinco dias na Penitenciária Regional de Formiga aguardando vagas em um Centro Social Educativo do Estado. Já foram disponibilizadas vagas para dois deles.

 

Crédito: Divulgação

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.