quinta-feira, 18 de Abril de 2013 11:28h Erik Ullysses

Tcheca, um dos criminosos mais perigosos de Minas é condenado a 15 anos de prisão

Adriano Mendonça, conhecido como Tcheca, foi condenado por um homicídio ocorrido em Divinópolis no ano de 2006. Ele ainda é acusado de mais um homicídio consumado e de um homicídio tentado em Belo Horizonte

Aconteceu durante a terça-feira (16) o julgamento de Adriano Alves Mendonça, conhecido como Tcheca, acusado de um homicídio em 2006. Adriano foi levado a júri popular na manhã de terça-feira (16) no fórum de Divinópolis, sendo condenado a 15 anos de prisão. De acordo com o promotor Flávio Barbiere Caetano, o julgamento teve início por volta de 09 horas e se estendeu até por volta das 17 horas.
Tcheca foi condenado por homicídio qualificado com duas qualificadoras. O juiz considerou que Adriano matou Ramon por motivo torpe (vingança) e utilizando recurso que impossibilitou a defesa da vítima. De acordo com o promotor, o julgamento demorou a ocorrer porque o acusado ficou foragido por mais de três anos.
Adriano, o Tcheca, foi considerado um dos foragidos mais perigosos de Minas Gerais e também um dos mais procurados. Em janeiro deste ano ele foi preso pela Polícia Militar em Belo Horizonte. Tcheca é suspeito ainda de ter cometido um outro homicídio qualificado em Belo Horizonte e uma tentativa de homicídio, também na capital. Ele tem diversas passagens pela polícia e condenações por porte ilegal de arma de fogo e tráfico de drogas.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.