segunda-feira, 16 de Janeiro de 2012 12:57h Paulo Reis

Tráfico de droga em Divinópolis e região estão na mira da PM

Drogas, dinheiro e uma garrucha foram apreendidos com menores

Um homem de 31anos foi preso por volta das 11h55 da última quinta-feira (12), na rua Anita Garibaldi, bairro Catalão durante uma nova operação de combate a criminalidade.
H.M.C. foi abordado e após a busca foi encontrado consigo duas pedras de crack, uma bucha de maconha e R$ 2,00 em dinheiro.
Em seguida os militares se dirigiram para a residência do suspeito que fica na rua Caratinga no bairro São José, onde realizaram a segunda busca que teve a autorização da mãe do infrator e na qual foi achado mais uma pedra de crack e materiais usados na embalagem da droga. O suspeito foi autuado e o material apreendido.

MENOR
Uma menor foi apreendida às 15h05 também da última quinta-feira (12) durante ronda pela rua Afrânio Peixoto, no bairro São José. Os Militares chegaram até o local pela ajuda de uma denúncia anônima que relatava a presença da menor “A” de 17anos. traficando droga na região.
Ao chegarem no lugar, os policiais realizaram um patrulhamento na qual avistaram a jovem, a abordaram e durante busca foi encontrado na bolsa da adolescente, duas endolas de cocaína e uma porção de maconha. Diante do flagra, a menor foi apreendida e conduzida à Delegacia Civil.

ITAÚNA
Já em Itáuna ao12h ainda da quinta-feira passada (12) a polícia abordou quatro adolescentes que estavam sentados próximo à uma residência na rua Monsenhor Hilton, no bairro Jadir Marinho de Faria. Após busca pessoal nos adolescentes “M”, de 17 anos, “W”, de 16 e “T”, de 17, os militares encontraram dois aparelhos de telefone celular e a quantia de R$90,00 em dinheiro.
Diante do exposto, foi efetuada uma busca na casa de “M”, o qual à princípio dificultou a entrada dos militares. No local foi localizado dois pequenos tabletes de maconha, R$ 267,00 em dinheiro e uma garrucha de dois canos, calibre 22. Os menores foram apreendidos e levados em companhia de responsáveis para a Delegacia Civil do município. 
De acordo com a polícia a luta contra os atos ilegais da sociedade é um trabalho desenvolvido de forma conjunta. Os militares ressaltaram ainda que a participação da sociedade é decisiva para o sucesso das ações. A população deve acionar a PM sempre que se sentirem ameaçados ou que souber de algo que venha a colaborar na solução de ato criminoso. O telefone de emergência é o 190 e para aqueles que não querem se identificar devem ligar para o sistema 181, além de denunciar a pessoa recebe uma senha, pela qual pode acompanhar o andamento das investigações.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.