quarta-feira, 11 de Janeiro de 2012 12:16h Paulo Reis

Três homens foram presos após roubar joias em Pitangui

Suspeitos usaram uma pistola 9 mm com mira a laser para intimidar os moradores

Três suspeitos foram presos após fazer uma família de refém e roubar joias de uma residência no bairro Gameleira em Pitangui, por volta do meio dia da última segunda-feira (09).
Os criminosos invadiram o local e anunciaram o assalto, portando uma pistola 9 mm, de uso exclusivo do Exército, com mira a laser. A família e outras pessoas que estavam no interior da casa estavam almoçando quando foram coagidas com muita agressividade. 
Em determinado momento os criminosos passaram a exigir que a proprietária de 58 anos lhes passasse as joias que estivessem dentro da casa. Para forçar a entrega dos objetos um dos criminosos tomou uma criança de dois anos e apontou a arma para a cabeça da criança.
Diante da ameaça a senhora teve as joias que usava arrancadas e ainda foi obrigada a entregar mostruários com outros modelos que a mesma possuía na residência. Os bandidos roubaram também dinheiro e outros pertences.
Após o crime, os infratores fugiram do local em um Fiat Uno azul, com placa de Belo Horizonte no sentido da BR-352. A Polícia Militar já informada da descrição dos envolvidos e do veículo realizaram a perseguição contra os suspeitos. 
Os criminosos foram capturados por militares de Pará de Minas que também foram avisados e por policiais de Pitangui, próximo ao aterro sanitário. Ao serem interceptados os três homens saíram do veículo e tentaram disfarçar todo o ato criminoso. De acordo com os oficiais todo o material roubado bem como a arma utilizada estavam escondidos na lateral do carro.
De acordo com o comandante do Tático Móvel que participou da perseguição, a mira a laser foi uma adaptação feita à arma que não possui esta característica.
A vítima de 58 anos, que teve a casa invadida, conversou com os militares de Pará de Minas por telefone e agradeceu o empenho na prisão do trio e recuperação dos bens roubados.
Os três homens de 29, 31 e 32 anos foram levados para a delegacia da Polícia Civil e autuados em flagrante. Eles foram direcionados na sequência para a cadeia pública de Pitangui.
Os três possuem passagens por diversos delitos, inclusive homicídio. Um deles é ex-detento e os outros dois estavam em regime semi-aberto em um presídio da região metropolitana da capital mineira.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.