sábado, 20 de Abril de 2013 04:44h Atualizado em 20 de Abril de 2013 às 04:49h. Erik Ullysses

Triplo assassinato em Nova Serrana

Crime aconteceu no horário do almoço em uma movimentada rua do centro da cidade. Os três estavam em um carro que foi alvejado por dois homens em uma motocicleta.

A cidade de Nova Serrana registrou no final da manhã de ontem (19) um triplo homicídio na área central da cidade. O crime aconteceu por volta de 11:30h, entre o cruzamento das ruas São João e Coronel Martinho Ferreira do Amaral. Um dos mortos tinha ligação com Carla Renata, famosa traficante da cidade que foi assassinada há cerca de dois meses. Com as três mortes, Nova Serrana chega a 10 homicídios registrados no ano.
Os três foram assassinados dentro de um carro. De acordo com testemunhas, três indivíduos em duas motocicletas efetuaram diversos disparos contra as vítimas. De acordo com a Polícia Militar, a arma utilizada para cometer o crime foi uma pistola 380. Dos vários disparos efetuados, apenas um acertou a lataria do carro, todos os outros atravessaram as janelas e atingiram as vítimas. Os três morreram na hora.
Os três homens pertenciam ao grupo de Carla Renata, uma das traficantes mais procuradas da cidade e que foi assassinada há dois meses por um grupo rival.  Nelson Eduardo Moreira Teixeira, conhecido como Nelsinho, era chefe do tráfico de drogas na cidade e marido de Carla. Os outros dois assassinados foram Admilson Ramos da Cruz e Jerry Rodrigues dos Santos, ambos sem registros na polícia.
A principal suspeita da PM é de que tenha sido execução motivada por acerto de contas entre grupos rivais, já que Nelsinho é suspeito de assassinar um homem que fazia parte de outra facção. Até o momento ninguém foi preso e a PM segue fazendo o rastreamento aos autores.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.