terça-feira, 17 de Abril de 2012 11:05h Vinicius Soares

Uma carreta carregada de eletrônicos foi assaltada em Oliveira

Assaltantes estavam fortemente armados. Os suspeitos levaram as vítimas até o sul do estado, onde os abandonaram

 

Domingo (15), por volta das 8h55, agentes da Polícia Rodoviária Federal (Posto PRF de Oliveira-MG) foram acionados para comparecer ao Km 578,5 da BR 381, no município de Carmopólis de Minas, para verificar um possível assalto a um caminhão em movimento.
Foram encontrados no local dois veículos abandonados: um Fiat Uno da empresa Grupo CTS (Vigilância Segurança Ltda) e o veículo Ford Cargo, ambos com placas de São Paulo.

Após o roubo da carga as vítimas foram deixadas nas proximidades da cidade de Pouso Alegre/MG , tendo logo em seguida se deslocado para o Posto da PRF de Oliveira/MG, onde relataram que a abordagem foi feita por vários indivíduos armados, não sabendo afirmar a quantidade exata que foi levada ,  a carga subtraída era de material eletrônico(televisores,computadores,etc.), cujo valor não foi informado, e que levaram os seguintes armamentos: uma espingarda da marca Boito, modelo PUMP nº ES768710 calibre 12 ; um revolver marca Taurus modelo 838 nº CP780718 calibre 38 e um revolver marca Taurus modelo 80 nº QJ580536 calibre 38.  
As vítimas foram levadas até Pouso Alegre, no Sul de Minas aonde foram abandonadas na rodovia. O motorista e o passageiro conseguiram retornar até o local do crime e procuraram a polícia para registrar a ocorrência, os ocupantes da escolta procuraram a própria empresa para resgatá-los.

As investigações serão conduzidas pela Delegacia de Polícia Civil do município de Oliveira-MG. Segundo o Chefe de Delegacia da Polícia Civil da cidade, Marcus Túlio, os indivíduos estão foragidos. “Os indivíduos foram abordados pelos meliantes na BR-381. Lá, eles renderam o condutor e o passageiro e os funcionários da escolta e os levaram numa viagem longa, até o sul de Minas. Chegando ao local, as vítimas foram abandonadas na estrada. O motorista e o condutor da carreta tiveram que solicitar ajuda para retornar ao local do crime. Infelizmente ainda não conseguimos rastrear os suspeitos, mas estamos no encalço deles a fim de solucionar esse caso”  esclareceu.

Leia Também

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.