quinta-feira, 22 de Setembro de 2011 12:16h Atualizado em 23 de Setembro de 2011 às 11:20h. Paulo Reis

Uma tonelada de maconha é apreendida em Patos de Minas

Droga foi comprada no Mato Grosso do Sul e seria distribuída em diversas cidades de MG

A operação “Apocalipse” desenvolvida na última terça-feira (20) pela Polícia Civil de Patos de Minas apreendeu uma tonelada de maconha e prendeu mais de 20 pessoas. A droga era transportada num carro com placa de São José dos Campos. De acordo com a Polícia Civil, o produto seria entregue no Triângulo Mineiro, Alto Paranaíba e em Belo Horizonte.


Eugenio Rodrigues, de 27 anos, dirigia o veículo que era escoltado por outro carro onde estavam Emidio Osvaldo e Lenon Rodrigues. Segundo a Polícia Civil, os três eram os donos de todo o carregamento, que havia sido comprado na divisa do Mato Grosso do Sul com o Paraguai. Os envolvidos eram investigados há mais de dez meses.


O delegado regional Elber Barra Cordeiro disse que recebeu a informação de que mais da metade da maconha seria trazida para o estado, de imediato alguns policiais foram ao Mato Grosso, fotografaram os veículos. A partir da divisa de Minas Gerais, perto da cidade de Patrocínio, os suspeitos desconfiaram que estavam sendo seguidos e aconteceu uma troca de tiros.


A informação que se tem é que os suspeitos trouxeram quatro carros da capital mineira, dois foram trocados com essa droga no Paraguai. Um dos veículos traria a droga. Um levaria 400 quilos para Belo Horizonte, 300 quilos ficariam em Patrocínio e outros 300 quilos seriam levados para Patos de Minas para serem distribuídos, afirmou o delegado.


Após a apreensão da Droga e a prisão das três pessoas que transportavam a maconha, os civis conseguiram informações para executar a Operação “Apocalipse”, que cumpriu 11 mandados de prisão e 22 mandados de busca e apreensão em vários bairros de Patos de Minas.

 

Plano de ação

 

Cerca de 100 policiais civis foram envolvidos nessa operação. Os locais onde funcionariam pontos de tráfico de drogas foram antecipadamente mapeados. Um desses locais seria a casa de Carlos Henrique Gomes, apontado como um dos principais traficantes de Patos de Minas. Com ele, os agentes encontraram dinheiro e uma arma.


Durante a ação, os policias apreenderam mais 35 quilos de pasta base de cocaína, dinheiro e armas. Ao todo foram recolhidos 12 motocicletas e dois veículos que fariam parte do esquema do tráfico na cidade. “Sem dúvida é uma quadrilha perigosa. Basta o poderio de fogo que foi encontrado e a troca de tiros intensa. Eles tinham uma atuação em todo Triângulo Mineiro, Alto Paranaíba e comprovadamente na capital. Ao todo, 400 quilos da droga seriam para Belo Horizonte. É uma quadrilha extremamente estruturada. Sem dúvida foi uma das maiores operações de combate ao narcotráfico na nossa região”, completou o delegado Márcio Siqueira, chefe da 10ª Delegacia de Polícia Civil.

 

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.