terça-feira, 1 de Setembro de 2015 11:36h

Vândalos quebram janelas e portas da casa de adolescentes suspeitos de homicídio

No sábado, a casa de dois, dos quatro adolescentes, suspeitos de matar João Gabriel Cardoso Machado, de 12 anos, na semana passada, em Nova Serrana, foi alvo de vândalos, que quebraram vidros de portas e janelas, além de roubar um micro-ondas

De acordo com a Polícia Militar, uma mulher, de 41 anos, mãe dos adolescentes, de 12 e 17 anos, que participaram do crime, acionou os militares e contou que a casa, no bairro Cidade Nova, teve os vidros de portas e janelas quebrados por pessoas desconhecidas.
A mulher ainda disse que os vândalos levaram um micro-ondas e que não soube apontar quem seriam os suspeitos. Com medo, a mulher deixou a casa e foi para outro local. Nenhum suspeito foi preso.
Os filhos dela foram apreendidos suspeitos de matar João Gabriel a pedradas e atearem fogo ao corpo para tentar esconder o crime. De acordo com o Delegado, Felipe Freitas, um dos adolescentes apreendidos contou que os infratores e a vítima faziam parte de uma pequena gangue na cidade, que vendia drogas. O suspeito disse ao delegado que João Gabriel sumiu com parte da droga que deveria ser vendida.
Os quatro suspeitos chamaram a vítima em casa e a levaram para o pasto, onde, segundo o delegado, questionaram sobre a droga ou o dinheiro. Como não conseguiriam receber nem o entorpecente, nem o dinheiro, os suspeitos “resolveram” matar a vítima.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.