sábado, 25 de Agosto de 2012 09:55h Carla Mariela

A AssemblÉia Legislativa receberá presidentes de Comissão de Saúde

A Assembleia Legislativa de Minas Gerais receberá na próxima segunda-feira, dia 27, os presidentes das Comissão de Saúde de diversos parlamentos estaduais de todo o país. O motivo do encontro está relacionado com o apoio para conseguir mais recursos federais para a saúde pública. O intuito é levantar 1,5 milhão de assinaturas em favor de um projeto de Lei de Iniciativa Popular à Câmara dos Deputados para determinar a aplicação mínima de 10% da receita corrente bruta da União no setor. O projeto é conhecido como Caravana Assine+Saúde.

 


Na última quarta-feira foi confirmada para o encontro, a presença dos presidentes das Comissões da Saúde das Assembleias Legislativas da Bahia, Pastor José de Arimatéia (PRB); do Maranhão, André Fufuca (PSD); da Paraíba, Vituriano de Abreu (PSC); do Espírito Santo, Doutor Hércules (PMDB); do Rio Grande do Norte, Leonardo Nogueira (DEM); dentre outros.

 


A Assembléia Mineira faz parte da campanha Assine+Saúde, desde abril de 2012, mês em que o movimento foi lançado. Essa proposta é uma ação social direcionada para a melhoria das questões relacionadas à saúde.

 


Em Divinópolis, muito tem sido falado sobre essa campanha, inclusive num encontro realizado na Federação das Indústrias no Estado de Minas Gerais (FIEMG), com a presença do FIEMG, Afonso Gonzaga, os Deputados Federais Domingos Sávio (PSDB), Jaime Martins (PR), Deputado Estadual Fabiano Tolentino (PSD), juntamente com o presidente da Associação Mineira dos Municípios (AMM), Ângelo Roncalli, foi pautado por eles também a campanha Assine+Saúde, para eles essa ação é bastante importante para esse setor.

 


No Município as assinaturas começaram a ser colhidas na Praça Jovelino Rabelo, localizada no quarteirão fechado da Rua São Paulo, em frente à Câmara Municipal de 12h até 18h, no dia 06 deste mês. Os cidadãos que transitavam pelo local eram convidados a fazer parte dessa manifestação assinando a petição, além de constar o nome completo e a apresentação do título eleitoral ou identidade.

 


Essa atitude teve a adesão de várias cidades, sendo que em Minas Gerais, essa caravana passou, segundo informações, por seis cidades entre os meses de abril e junho. Toda essa mobilização teve início após uma regulamentação da Emenda Constitucional 29, de 2000, por meio da Lei Complementar 141 de 2012, que obriga os Estados e os Municípios a investirem receitas na área da saúde.

 


A reportagem da Gazeta do Oeste entrou em contato com o presidente da Comissão de Saúde de Divinópolis, Geraldinho da Saúde (PR), para saber se ele havia recebido o convite para participar do evento. O parlamentar confirmou o convite e disse que estará na Assembleia Legislativa, às 9hs, horário em que está marcada a realização do evento. “Vamos participar sim, pois tudo que está relacionado com a saúde é importante. Nós temos a questão da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) aqui na cidade, do Pronto Socorro Regional; precisamos sim debater sobre esses assuntos e sobre as assinaturas que estão sendo colhidas para os 10% de investimentos para a área”, ressaltou.

 


Por fim, a Caravana da Saúde passou por Poços de Caldas (Sul de Minas), Uberaba e Uberlândia (Triângulo), Montes Claros (Norte de Minas), Itaúna (Centro-Oeste), Governador Valadares (Rio Doce), Juiz de Fora (Zona da Mata) e Conselheiro Lafaiete (Região Central).

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.