sexta-feira, 6 de Setembro de 2013 06:40h Atualizado em 6 de Setembro de 2013 às 08:12h.

Alexandre Padilha garante apoio a reestruturação do HSJD

Além da situação do hospital, o programa “Mais Médicos” também foi colocado em pauta. O ministro Alexandre Padilha, disse que opiniões ideológicas não podem impedir

A câmara dos deputados foi o cenário do encontro entre o deputado federal Jaime Martins (PR/MG) e o ministro da Saúde, Alexandre Padilha. No encontro foram solicitados recursos para o setor da saúde dos municípios de Minas Gerais, em especial, para a recuperação da crise financeira que passa o Hospital São João de Deus (HSJD) em Divinópolis. Além disso, outro assunto que foi pautado foi sobre ações do “Programa Mais Médicos”.

 


De acordo com o deputado Jaime Martins, o diálogo é sempre importante para promover melhorias no sistema público de saúde. Segundo ele, o que foi passado para o ministro foi à situação preocupante que o HSJD está vivendo. Recentemente funcionários da instituição entraram parcialmente de greve, permanecendo somente uma equipe mínima para atender os pacientes. O alvo da reivindicação era a solução para a dívida do hospital. Na ocasião, o parlamentar também relatou ao ministro sobre as reuniões que teve com o secretário nacional de atenção à saúde, Helvécio Magalhães, com a sociedade civil organizada e a diretoria da unidade de saúde.

 


Ainda conforme Martins, as cidades citadas por ele para o fortalecimento na saúde foram: Divinópolis, Formiga, Nova Serrana, Arcos, Lagoa da Prata, Oliveira, dentre outras. “Cidades estas onde já estamos realizando um forte trabalho. Estamos atentos aos programas do Governo Federal e em constante contato com os prefeitos e gestores de saúde. Nossa expectativa é agilizar os projetos que já estão em andamento, obter novos investimentos e uma eficaz aplicação dos recursos, beneficiando nossa população”, destacou.

 


Após o deputado pontuar para Alexandre Padilha sobre as questões que o preocupa tanto em Divinópolis, quanto em demais municípios mineiros, o ministro abordou que o Ministério da Saúde será um parceiro da reestruturação do HSJD. Quanto ao “Programa Mais Médicos”, criado pela Medida Provisória 621/13, do Governo Federal, permitindo que médicos estrangeiros atuem nas periferias de grandes cidades e no interior do país, o ministro informou que o debate mediante ao tema não deve ser politizado, nem levado em consideração às diferenças partidárias. Segundo Padilha, é preciso focar na garantia do atendimento médico para os cidadãos. Para ele, opiniões ideológicas não podem impedir o Ministério da Saúde de usar essa alternativa de levar médicos para milhões de brasileiros.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.