quarta-feira, 20 de Julho de 2011 10:55h Liziane Ricardo

Algumas secretarias permanecerão na região central após mudança para o Centro Administrativo

Como terreno ao lado do Restaurante Popular tem 900 metros quadrados, área será sede de órgãos sociais, juntamente com o Camelódromo

Com edital assinado e licitações das obras previstas em curto prazo, a primeira etapa do Centro Administrativo deverá ser entregue até 1º de junho de 2012. Após a mudança das secretarias municipais para a nova sede administrativa, localizada na Avenida Paraná, no bairro Bela Vista, algumas pastas de grande fluxo social ainda permanecerão no centro de Divinópolis. E para evitar o gasto com aluguéis exorbitantes da região central, o município optou por utilizar o espaço entre os 900 metros quadrados do terreno ao lado do Restaurante Popular.


Conforme já foi anunciado pelo prefeito Vladimir Azevedo (PSDB) e confirmado pelo vice-prefeito Francisco Martins (PDT), a documentação do terreno já está em andamento e ficará pronta em 60 dias. Entretanto, na localidade onde será construído o Centro Popular de Comércio (CPC) mais conhecido como ‘camelódromo’, no pré-projeto da obra já consta uma série de adequações para sejam instaladas algumas secretarias que não podem deixar de atender na região central, como: Farmacinha Popular, Bolsa Família, a sede dos Conselhos Municipais, entre outros órgãos ainda não definidos pela prefeitura.


A frente do terreno mede 30 metros, sendo 13 metros utilizados para os 77 boxes do camelódromo, e os outros 17 metros serão construídas as repartições da prefeitura. De acordo com o vice-prefeito Francisco Martins, em cima do camelódromo será disponibilizado um andar inteiro para os órgãos da prefeitura. “Iremos otimizar o terreno que ao meu ver naquela localização é uma área muito cara. Por isto faremos este aproveitamento da área, mas também com construções de qualidade para atender a população”, disse Martins.


O trabalho será feito por partes, a princípio será viabilizado o camelódromo e no decorrer serão realizadas as obras no segundo andar para a transferência das secretarias. Em relação à quanto será investido perante a estas obras, Francisco Martins afirmou que ainda não tem valores concretos, mas dentro de  30 dias o pré-projeto estará pronto, com o detalhamento da construção para que posteriormente seja feita a planilha de custo e a abertura das licitações. 
 

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.